Hospital Yutaka Takeda reforça etapas da paramentação para atendimentos a pacientes com coronavírus

As medidas de segurança e a paramentação em hospitais são procedimentos que devem ser rigorosamente seguidos para antecipar, reconhecer, avaliar e controle de todos os riscos que podem trazer problemas de saúde aos pacientes, acompanhantes e profissionais. Paramentação é o nome do processo que corresponde à troca de vestes (roupas pessoais), por vestimentas mais adequadas, para se entrar em áreas como laboratórios e salas de cirurgias.

Por este motivo, o Hospital Yutaka Takeda (HYT), em Parauapebas (PA), reforçou cada etapa da paramentação e desparamentação com a equipe de profissionais que estão na linha de frente nos atendimentos de Covid-19, nos dias 7 e 8/3.

A ação do hospital gerenciado pela Pró-Saúde no sudeste do Pará, reforçou de forma prática cada etapa do uso do Equipamento de Proteção Individual (EPI). A equipe tinha que ajudar um colaborador a se paramentar e desparamentar conforme fluxo aplicado na unidade. Como higienizar as mãos antes de colocar o gorro, máscara, avental, própé (protetor para os pés), protetor facial e calçar as luvas. Já na hora de desparamentar, a higienização das mãos deve ser realizada antes da retirada de cada EPI.

Durante o dia, a ação também se estendeu para as áreas administrativas, sendo reforçada a importância da higienização das mãos como uma das medidas essenciais na prevenção do novo coronavírus.

As enfermeiras do Yutaka Takeda, Priscila Rodovalho e Aline Brabo, relataram que programação foi uma forma também de alertar a equipe e reforçar que o coronavírus é um inimigo oculto. “Não é só a vida de quem está com o vírus que está em risco, mas de todos que estão a nossa volta e amamos, por esse motivo cumprir todos os protocolos da instituição embasados nas orientações do ministério da saúde, devem ser seguidos criteriosamente”, declaram em suas apresentações nas áreas.

O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale em 1986 e é gerenciado pela Pró-Saúde desde 1997. A unidade possui importantes certificações, a de Hospital Acreditado em Excelência – Nível 3, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. E foi o primeiro Hospital no Brasil certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição.