Hospital Yutaka Takeda realiza I Simpósio Multidisciplinar de Assistência a Paciente Crítico

Treinamentos abordaram temas essenciais na assistência de casos graves da Covid-19, como intubação e ventilação mecânica

Visando o aprimoramento profissional e um atendimento ainda mais seguro e de qualidade para pacientes críticos, a equipe assistencial do Hospital Yutaka Takeda (HYT), gerenciado pela Pró-Saúde em Parauapebas (PA), passou por uma maratona de treinamentos nesta semana. O foco das ações foi reforçar os procedimentos de cuidados com pacientes que apresentam instabilidade de um ou mais sistemas orgânicos, em quadros agudos.

O I Simpósio Multidisciplinar de Assistência ao Paciente Crítico, reforçou a capacitação da equipe do HYT em mudança de decúbito (posição horizontal do corpo em repouso), banho no leito, curativos, intubação, reanimação cardiopulmonar e ventilação mecânica, entre outros temas importantes para o cuidado do paciente grave.

A enfermeira do HYT, Aline Brabo, explicou que as mudanças ocorridas na área da saúde devido ao contexto da Covid-19, também deverão chegar a unidade, que está se adequando para começar a receber casos mais complexos da Covid-19. Por isso, foi essencial a realização de um ciclo de treinamentos com profissionais da assistência de diversas áreas, como enfermeiros, médicos, nutricionista e fisioterapeuta.

“Frisei com a equipe sobre a importância da mudança de decúbito, prevenindo lesões por pressão ao paciente, e manter a boa higiene por meio do banho no leito, visando impedir infecções”, destacou a profissional. Já a enfermeira Priscila Rodovalho, relembrou o protocolo de curativo e a importância de identificar lesões precocemente, a fim de evitar um possível quadro de Sepse, popularmente conhecida como infecção generalizada.

Outro momento importante da programação foi a abordagem sobre ventilação mecânica, procedimento necessário nos casos mais graves do novo coronavírus. Na ocasião, a fisioterapeuta do HYT, Aline Castro, explicou como é realizada a ventilação em caso de paciente com a Covid-19, e os principais parâmetros que são ajustados no ventilador, seguindo as recomendações da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB).

A profissional abordou ainda técnicas de posição prona, que consiste em virar o paciente de barriga para baixo, e recrutamento alveolar, insuflações sustentadas com o uso de pressão positiva no final da expiração, para que o paciente possa oxigenar melhor. “Precisamos lançar mão de estratégias ventilatórias não tão convencionais, para evoluir esse paciente grave e tirá-lo do quadro de insuficiência respiratória”, ressaltou Aline.

Para a técnica de enfermagem do HYT, Dheyme Alves, o treinamento trouxe mais segurança e confiança para realizar uma assistência segura ao paciente. “O HYT está nos preparando para esse período de pandemia que o mundo vive, estamos adquirindo conhecimento e quando precisarmos cuidar de casos mais graves, estaremos plenamente preparados”, finalizou.

Sobre o Hospital Yutaka Takeda

O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale em 1986 e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde 1997. A unidade possui importantes certificações como, por exemplo, a de Hospital Acreditado com Excelência – ONA 3, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Além disso, foi o primeiro Hospital no Brasil certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN).

A unidade possui estrutura para atender casos de baixa e média de complexidade, e conta atualmente com 37 leitos divididos em enfermarias, apartamentos individuais, isolamento, assistência semi-intensiva e neonatal, além de três salas no Centro Cirúrgico, pronto-socorro 24h e um serviço de consultas com 20 diferentes especialidades médicas. O HYT oferta ainda exames laboratoriais e de imagem, além de serviço de imunização, que dispõe de vacinas para crianças, adultos, idosos e viajantes.