Home » Hospital Regional Público da Transamazônica disponibiliza teste da orelhinha

Hospital Regional Público da Transamazônica disponibiliza teste da orelhinha

O Hospital Regional Público da Transamazônica, de Altamira (PA), referência no atendimento de nove municípios do Estado, já está realizando o teste da orelhinha obrigatório pela lei Nº 12.303.  Ele faz o diagnóstico precoce de perda auditiva, uma vez que sua incidência é de um a dois por mil nascidos vivos.

De acordo com a fonoaudióloga e especialista em Audiologia Heloísa Thadeu, uma das responsáveis pelo serviço no HRPT, as mães que dão à luz na maternidade já saem com o exame realizado. O teste é recomendado para todos os bebês, mesmo para aqueles que não têm casos de surdez na família ou que não tiveram problemas durante a gestação ou o parto. “O exame é importante, pois o aprendizado auditivo do bebê no primeiro ano de vida serve para a vida toda”, esclarece.

Para Edilucia Batista Santos, mãe do 1º recém-nascido que realizou o teste no hospital, o procedimento foi importante. “Eu tive diabetes gestacional e recebi todo apoio aqui do HRPT durante minha gestação e parto. Meu filho passou por vários exames, entre eles o teste da orelhinha em que pude ver se ele tinha algum problema auditivo. Uma alteração foi identificada e até hoje ele recebe acompanhamento, inclusive vai refazer o teste”, conta Edilucia.

 “Se só descobrirmos que um bebê tem perda de audição depois de um ano de vida, a capacidade de adquirir a fala normal é prejudicada, justamente porque perdeu o período de estimulação auditiva mais importante para sua formação. É preciso descobrir precocemente e, ao ser detectada alguma alteração, temos recursos para que o bebê ouça e adquira o aprendizado de fala e linguagem, com a colocação de aparelhos auditivos, permitindo-lhe ter uma vida normal”, explica a fonoaudióloga.

O teste da orelhinha dura de 5 a 10 minutos, não tem intervenção invasiva (uso de agulhas ou qualquer objeto perfurante) e é absolutamente seguro. A triagem auditiva é feita inicialmente através do exame também conhecido como Exame de Emissões Otoacústicas Evocadas. 

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde