Hospital Regional de Santarém renova certificação de excelência

A unidade recebeu, por mais um ano, a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência, mais alto nível de certificação da Organização Nacional de Acreditação (ONA) do país

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), gerenciado pela Pró-Saúde em Santarém (PA), iniciou o ano de 2020 com uma importante conquista, a renovação da certificação de Acreditado com Excelência ONA 3, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) – maior certificação nacional de acreditação hospitalar. A certificação assegura o padrão de segurança e qualidade no atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O HRBA conquistou a certificação ONA 3 pela primeira vez em 2015 e, após auditoria de reavaliação realizada no mês de janeiro, manteve o mais alto nível de acreditação.

O Hospital Regional de Santarém é uma unidade do Governo do Estado, referência de atendimento para uma população estimada em R$ 1,3 milhões de pessoas, de 28 municípios da região oeste do Pará. A certificação conquistada garante a qualidade da assistência e segurança ao paciente, por meio de padrões previamente definidos. As unidades hospitalares que aderem a este tipo de certificação, passam por auditorias periódicas, onde precisam realizar um diagnóstico objetivo acerca do desempenho de seus processos e atender a requisitos mínimos com foco na qualidade efetiva dos serviços prestados, cumprimentos à legislação, e gestão de excelência.

A enfermeira avaliadora Angelina Helena Francisco, da Fundação Carlos Alberto Vanzolini, entidade que realizou a auditoria no HRBA, explica os principais motivos que levaram a recomendação da permanência da ONA 3 no HRBA. “Fiquei extremamente surpresa com a qualidade que encontrei neste hospital. Os trabalhos que as equipes realizam visando a segurança do paciente são muito evidentes, por meio das ações, das análises de indicadores, e dos projetos desenvolvidos. Quando avaliamos um hospital nessa região, com as dificuldades que existem para que os projetos sejam levados em frente, ver a direção e o operacional dedicados, a gente não tem como não evidenciar isso. O HRBA está de parabéns”, ressalta Angelina.

Certificações

Para chegar ao nível de excelência, o hospital passou por uma crescente e constante evolução, que teve início em maio de 2008, quando a Pró-Saúde assumiu a gestão da unidade. A acreditação do HRBA iniciou em 2012, quando conquistou a certificação ONA 1 – Acreditado. Em outubro de 2013, apresentou um significativo crescimento e evolução de serviços, conquistando a ONA 2 – Acreditado Pleno e, em 2015, se tornou o primeiro hospital público da região Norte a obter o mais alto nível, ONA 3 – Acreditado com Excelência. A unidade já conquistou a recertificação ONA 3 em 2018, e desde então, passa por avaliações periódicas mantendo sempre o reconhecimento.

A certificação Nível 3 ONA avalia a excelência dos serviços prestados, buscando sempre a melhoria contínua dos processos. “Quando falamos em melhoria contínua, significa que estamos trabalhando sempre com desafios, buscando o aprimoramento. Hoje, quando identificado algum processo que seja um gargalo para o hospital, nosso foco é trabalhar para resolver esta situação, e logo surgem outros desafios, gerando ciclos de melhorias. Depois que nos tornamos ONA 3, nosso foco é a melhoria contínua de todos os processos em prol do usuário”, explica a gerente do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente do HRBA, Deusilene Pontes.

Entrega de valor à sociedade

Os benefícios que retornam à população, com um hospital sendo certificado como uma unidade de excelência são muitos. Com todos os gestores e colaboradores comprometidos com um mesmo objetivo, é possível garantir uma gestão eficiente, com qualidade no atendimento ao usuário, humanização e resolutividade.

Jhéssica Amanda Silveira, de 20 anos, está em tratamento no HRBA desde o início de dezembro de 2019, contra um câncer que se originou de uma gravidez molar. “Estou sendo muito bem tratada no hospital, os funcionários são anjos enviados por Deus e devido a esse tratamento, eu estou curada. Todos as pessoas que atendem aqui são de excelência, são ótimos. Estou me sentindo num hotel cinco estrelas”, afirma Jhéssica.

“Para chegar a um alto nível de resolutividade assistencial é preciso atender uma série de exigências: ter uma gestão muito bem conduzida, atender com humanização e resolutividade, e ter uma sustentabilidade econômica viável, para que você possa desenvolver pessoas, e elas tenham capacidade de executar processos. Desta maneira, esta unidade entrega valor à sociedade, que nada mais é do que devolver esse paciente com segurança e atendimento efetivo”, ressalta o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi.

Desafios

O HRBA está localizado em Santarém, município 1.222 km distante da capital, e que possui uma expressiva concentração de população vivendo às margens dos rios, com diversas regiões com dificuldade de acesso via terrestre. Fatores que tornam a gestão em saúde na região amazônica, um desafio.

Enquanto nas regiões mais desenvolvidas do País, muitas unidades precisam, por exemplo, de medicamentos e tem a possibilidade de conseguir no mesmo dia, o HRBA para assegurar o suprimento adequado para uma assistência efetiva ao paciente, precisa trabalhar com estoque de pelo menos 40 dias. “A logística geográfica é muito difícil, e a gestão tem de ser muito eficiente para vencer as grandes distâncias e garantir a qualidade. Para o HRBA, manter esta certificação exige uma atenção redobrada em todos os processos”, completa o diretor Hospitalar.

Mão de obra qualificada e capacitada quanto à cultura de segurança do paciente na região, é outro desafio superado pelo HRBA. A unidade avança neste quesito realizando um trabalho contínuo de desenvolvimento de talentos, por meio de capacitações e treinamentos internos. O Hospital Regional de Santarém forma pessoas para que elas sejam multiplicadoras das boas práticas para um cuidado seguro e resolutivo.

Atendimentos em 2019

Reconhecido como um dos dez melhores hospitais públicos do Brasil, o Hospital Regional de Santarém realizou 869.701 mil atendimentos em 2019, entre internações, cirurgias, consultas, exames e urgência e emergência. A unidade **já realizou 56 transplantes de rins e alcançou a marca de 131 órgãos captados.** O HRBA presta serviço 100% referenciado, atendendo a demanda originária da Central de Regulação do Estado, sendo referência no Norte do Brasil quando o assunto é tratamento de câncer. Também é referência no ensino e pesquisa, sendo credenciado pelos Ministérios da Saúde e da Educação.

Juntos, os dez hospitais públicos e privados, gerenciados pela Pró-Saúde no Estado do Pará, realizaram em 2019 mais de 3,3 milhões de atendimentos de saúde. O número engloba desde consultas e exames de diagnóstico, até quimioterapias e transplantes, realizados de janeiro a dezembro. Além do número expressivo de atendimentos realizados, as unidades alcançaram também um alto índice de aprovação dos usuários, que no ano passado foi de, em média, 96,8%. As práticas assistenciais de excelência e a qualidade do atendimento oferecido aos pacientes e clientes foi atestada com a obtenção de prêmios e certificações.