Hospital Regional de Santarém recebe mais de 2 mil estagiários por ano

Referência no tratamento de alta e média complexidades e um dos dez hospitais públicos do Brasil com certificação máxima de qualidade, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA), também possui notoriedade pela contribuição na formação dos futuros profissionais da região. Desde 2015, quase 7.300 estudantes já cumpriram estágio curricular obrigatório na Unidade.

“A gente acaba tendo contato com pacientes em diferentes situações, seja na Enfermaria, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Centro Cirúrgico. É muito importante ter essa prática e o contato com o paciente para nos preparar para quando estivermos à frente desses cuidados. É uma boa experiência”, conta o estudante do oitavo semestre de Medicina, Emanuel Figueiredo, de 20 anos.

A Unidade oferece oportunidade para acadêmicos de 17 cursos diferentes. E os campos de prática não são apenas para os futuros profissionais da área de saúde. Alunos de Administração, Agronomia, Gestão Ambiental, Jornalismo e Pedagogia, por exemplo, também são aceitos.

Integração com o Hospital

A Liga Acadêmica de Nefrologia e de Transplante do Oeste do Pará (Lanefro), fundada em maio de 2016, é formada por acadêmicos de Medicina da Universidade do Estado do Pará (Uepa). A iniciativa partiu dos próprios alunos e do nefrologista Emanuel Esposito, que é o professor orientador do grupo. “Nós desenvolvemos várias atividades. Fazemos aulas, temos discussões, ciclos nos ambulatórios, visitas nas Enfermarias e nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do HRBA. O intuito da liga é aprofundar o acadêmico e viver mais a especialidade dele”, diz Esposito que também é Coordenador do serviço de Nefrologia e responsável técnico pelo Programa de Transplantes do HRBA.

O reconhecimento mais recente da liga foi uma premiação pela participação no Congresso Brasileiro de Nefrologia 2018. Os estudantes apresentaram o trabalho sobre a prevenção de doença renal, considerado entre os três melhores projetos. “O envolvimento do Hospital Regional é fundamental, por ser um Hospital de Ensino, então desenvolvemos as atividades aqui dentro. Futuramente, vamos envolver o HRBA ainda mais. Os alunos trabalham bastante e serão excelentes profissionais”, finaliza Emanuel Esposito.

Hospital Ensino

Em novembro de 2013, o HRBA recebeu a visita dos certificadores dos Ministérios da Saúde e da Educação que realizaram vistoria técnica e análises documentais para decidir se a Unidade teria condições de se tornar Hospital Ensino. Em maio de 2014, a certificação foi aprovada, com publicação no Diário Oficial, em junho do mesmo ano.

Hospitais de Ensino são instituições de saúde que servem de campo para a prática de atividades de ensino. Essas unidades se caracterizam por serem referência em atendimentos de alta complexidade e por contribuírem com inovações assistenciais, tecnológicas e de gestão.

“O HRBA, enquanto Hospital de Ensino, tem a preocupação fundamental na formação de novos profissionais para a região. A Unidade tem uma importância muito grande na construção desses estudantes, exercitando o que eles aprendem na teoria. Aqui é a oportunidade que eles têm de ver casos que são extremamente relevantes e que vão contribuir com o processo de consolidação do ensino a aprendizagem”, explica a Coordenadora de Ensino e Pesquisa do HRBA, Claudiléia Galvão.

Atualmente, o Hospital conta com residência médica em 12 especialidades: Anestesiologia, Cancerologia Clínica, Cancerologia Cirúrgica, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Infectologia, Medicina da Família e Comunidade, Neurocirurgia, Ortopedia e Traumatologia e Pediatria. A Unidade também oferta residência multiprofissional em Atenção Integral em Ortopedia e Traumatologia, para seis especialidades: Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional. Os dois programas somam 60 residentes. As vagas são disponibilizadas pela Universidade do Estado do Pará (Uepa).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of