Hospital Regional da Transamazônica ganha novos leitos de UTI para o enfretamento da pandemia

HRPT

Nesta quinta-feira, 4/2, o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, inaugurou mais dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atender aos casos do novo coronavírus na região do Xingu.

A partir de agora, o HRPT conta com 10 leitos de enfermaria e 20 leitos de UTI exclusivos para pacientes com a doença, ampliando os atendimentos na unidade. A abertura dos novos leitos foi promovida pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), em pactuação com a Pró-Saúde, gestora da unidade.

Desde o início da pandemia, o Regional da Transamazônica já realizou 511 internações de pacientes suspeitos e/ou confirmados para Covid-19.

“Os novos leitos irão reforçar o combate à Covid-19, ampliando a nossa capacidade de atendimento e, consequentemente, aumentando as chances de recuperação dos nossos pacientes. Nossa equipe tem se mantido firme nessa missão e vem promovendo toda a assistência necessária à população. No entanto, é importante que todos continuem seguindo as orientações dos órgãos de saúde e permaneçam em alerta, se protegendo, evitando aglomerações e nos ajudando a enfrentar esse difícil momento”, diz Edson Primo, diretor Hospitalar do HRPT.

Mantido pelo Governo do Pará, o HRPT é uma unidade de referência para cerca de 500 mil pessoas na região do Xingu. O hospital é gerenciado pela Pró-Saúde, instituição filantrópica, com atuação por todo o país.

Além de atendimentos de rotina e específicos, como a hemodiálise, com a pandemia do novo coronavírus, o HRPT foi um dos hospitais selecionados pela Sespa e Ministério da Saúde para atender casos graves da doença na região.

Em março do ano passado, a unidade passou por uma série de adequações, desde a estrutura física, até a capacitação dos profissionais e protocolos de atendimento. A unidade segue no combate ao coronavírus, com mais de 390 profissionais atuando na linha de enfrentamento à doença.

No dia 19 de janeiro, o hospital também iniciou a vacinação dos profissionais de saúde contra Covid-19. A primeira pessoa a ser vacinada no HRPT foi a técnica de enfermagem Tatiane Suzuki.

Ela atua há quatro anos no HRPT, e fez um discurso de agradecimento ao trabalho de todos os profissionais enfatizando os esforços de todos no combate à doença.

Até o momento, na primeira fase da campanha de imunização, mais de 600 colaboradores foram vacinados no Hospital Regional da Transamazônica.

Ampliar fonte
Contraste