Home » Hospital de Pinhais promove atividades em homenagem ao Novembro Azul

Hospital de Pinhais promove atividades em homenagem ao Novembro Azul

Com o objetivo de conscientizar os colaboradores, o Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (PR) realizou uma programação especial com o tema Novembro Azul.

Foram confeccionados dois banners para a recepção do Hospital e UPA 24h e as unidades promoveram uma palestra, com a colaboração do Dr. Alessandro Nassar, sobre Tabagismo e foram entregues materiais disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde alertando sobre o assunto o câncer de próstata. O hospital e a UPA também fizeram dois dias voltados à beleza do homem, com a colaboradora e representante da marca Mary Kay, Leosantina de Souza, incentivando os homens aos cuidados consigo mesmo.

História:

A história do Novembro Azul iniciou-se na Austrália, em 2003, dentro das comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizada em 17 de novembro.

Novembro Azul é uma campanha de conscientização feita por diversas entidades no mês de novembro sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e outras doenças masculinas. Várias instituições são iluminadas de azul, propõem caminhadas e outras ações.

Como, quando e por que prevenir:

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Hoje, ele é o sexto mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, o que representa cerca de 10% do total de cânceres. Apenas esse ano, o INCA estima que 60.180 novos casos sejam diagnosticados. A doença ocorre quando as células da próstata, glândula localizada próxima à bexiga, começam a se multiplicar dessa forma desordenada. Na fase inicial, o paciente não apresenta sintomas, o que torna imprescindível que os homens façam os exames específicos indicados pelo médico, a partir dos 45 anos. Homens que possuem histórico familiar da doença devem avisar seu médico. O diagnóstico precoce é hoje a arma mais importante. Quando descoberto nos estágios iniciais, as chances de cura do câncer de próstata são muito mais altas. No Brasil, a doença é responsável por 6% do total de óbitos de homens e, em 2010, fez 12.778 vítimas.

Sintomas:

O câncer de próstata não costuma causar sintomas na fase inicial. No avanço do tumor, os sintomas mais comuns são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, dentre outros. Portanto, torna-se importante a consulta rotineira ao urologista, com o objetivo de fazer o diagnóstico precoce da doença, por meio do PSA e do toque retal.

PSA:

O PSA (exame de sangue) é a melhor ferramenta para o diagnóstico do câncer de próstata, mas o exame de toque não o substitui. A maioria dos casos de câncer de próstata é diagnosticada por meio do PSA. Em muitos casos, porém, o resultado do exame não mostra muita elevação e a percepção de um nódulo pode orientar a realização de uma biópsia da próstata.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde