HEUE: profissionais e usuários são sensibilizados à prática de higienização das mãos

“Você lembrou de higienizar suas mãos?” Este é o slogan do projeto de higienização das mãos, desenvolvido pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória (ES), iniciado neste mês.

O projeto consiste em avaliar a adesão dos profissionais, quanto à prática da lavagem de mãos, no início e no término de qualquer procedimento assistencial. Neste projeto da SCIH, os pacientes e seus acompanhantes também serão orientados sobre a importância de manter as mãos sempre limpas, principalmente no ambiente hospitalar. 

Como metodologia inicial, o projeto será aplicado em dois quartos das Unidades de Internação (enfermeiras) e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI-B).

“Durante dois meses, os coordenadores dessas áreas vão supervisionar os médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas que assistem essas unidades e verificar se a prática de higienização das mãos está sendo desenvolvida corretamente. Após esse período de avaliação, os profissionais receberão feedback dos seus gestores”, explicou Flávia Roberta Rodrigues, enfermeira da SCIH.

Segundo Flávia, a participação dos pacientes e acompanhantes será importantíssima. “Os usuários serão os nossos aliados nessa prática e poderão levantar a plaquinha com o slogan do projeto toda vez que um profissional não higienizar as mãos. A ideia não tem efeito de cobrança, ao contrário, é uma contribuição para alertar profissionais, pacientes e acompanhantes que quando higienizamos corretamente as mãos podemos reduzir as infecções”, complementou.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ato de lavar as mãos pode reduzir em até 40% os riscos de contrair gripe, diarreia, conjuntivite e infecção estomacal.

Conheça os cinco momentos de higienização das mãos desenvolvidos pela OMS, que devem ser seguidos pelos profissionais de saúde:

1-  Antes do contato com o paciente;

2- Antes da realização de procedimento asséptico;

3- Após risco de exposição a fluidos corporais;

4- Após contato com o paciente;

5- Após contatos com as áreas próximas ao paciente.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of