Familiares de pacientes com Covid-19 acompanham o tratamento por meio de visitas virtuais e boletim médico por telefone

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), unidade do Governo do Pará e gerenciada pela Pró-Saúde em Santarém, implantou ações para promover o acolhimento humanizado aos familiares dos pacientes em tratamento pelo novo coronavírus (Covid-19) no HRBA.

Além do tradicional boletim médico, com informações sobre o quadro clínico do paciente, divulgado uma vez ao dia e por telefone apenas aos familiares, a unidade conta ainda com a visita virtual por meio de chamadas de vídeo, feitas pela equipe de enfermagem após autorização médica.

A ação é coordenada pelo Grupo de Trabalho de Humanização da unidade, e faz parte do projeto “É preciso falar de acolhimento em época de pandemia”, iniciado no dia 8/5 e com a intenção de facilitar a comunicação com os familiares de pacientes.

“Quem está internado com a Covid-19 não pode ter acompanhante, e nem receber visitas de familiares porque está em isolamento. O boletim diário feito pelo médico aos familiares se tornou uma ferramenta essencial e fornece detalhes sobre o tratamento e o estado de saúde do paciente”, explica o diretor Técnico do HRBA, Epifanio Pereira.

Para Epifanio, fornecer informações e de forma humanizada também é uma questão de solidariedade. “É o momento em que nossos profissionais mais demonstram sua empatia pelo outro e amor pela profissão que escolheram, que é cuidar e salvar vidas. Adotamos a comunicação pelo aplicativo, para facilitar para quem está do outro lado e está ansioso por notícias. A iniciativa tem dado certo, e feito bem para ambos os lados”, ressalta.

Informação via mensagens instantâneas

Além das chamadas de vídeo e ligações, o HRBA também utiliza as mensagens instantâneas, por meio do celular institucional, áudios, para enviar informações em qualquer momento sobre o paciente ao seu familiar.

No caso da visita virtual, o contato é realizado apenas com os pacientes que apresentam capacidade efetiva para se comunicar com a família.

“A visita virtual tem a finalidade de manter o vínculo familiar e apoio dos parentes durante a internação, o que ajuda na melhora do quadro clínico, pois ameniza a ansiedade, diminui o estresse, proporciona maior aproximação com os familiares e faz o paciente se sentir acolhido. A humanização do serviço, sobretudo em época de pandemia, auxilia diretamente na resolutividade dos casos e na qualidade do atendimento”, afirma o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi.

O Regional do Baixo Amazonas é reconhecido como um dos dez melhores hospitais públicos do Brasil, sendo referência para uma população de 1,3 milhões de pessoas residentes em 30 municípios do Oeste do Pará. É certificado pela Organização Nacional de Acreditação com o nível máximo de qualidade, a ONA 3 – Acreditado com Excelência.

A unidade presta atendimento 100% gratuito e é referência no tratamento de casos da Covid-19 na região. Até a manhã desta segunda-feira (25/5), o HRBA já alcançou a marca de 44 pacientes recuperados após internação relacionada ao novo coronavírus.

Ampliar fonte
Contraste