Home » Em visita técnica, UPA Macarenko é elogiada

Em visita técnica, UPA Macarenko é elogiada

Aconteceu na manhã de terça-feira, 21/7, uma visita técnica realizada por representantes da empresa Cirúrgica KVO, doadora de três aparelhos respiradores automáticos para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Jardim Macarenko, em Sumaré (SP), administrada pela Pró-Saúde, e também da fabricante dos aparelhos, a Magnamed. A visita foi acompanhada pela secretária municipal de Saúde, Fauzia Raiza, e o presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Luiz Crepaldi, e surpreendeu a diretora da Cirúrgica KVO, Rebeka Domingues.

“A nossa visita técnica teve como objetivo verificar a estrutura da UPA Macarenko, já que para a utilização dos nossos aparelhos é preciso que haja tubulações de oxigênio adequadas. E o que vimos aqui nos surpreendeu muito. Não apenas em relação às tubulações, mas a estrutura como um todo, que conta com espaço amplo e atendimento que abrange várias especialidades da medicina”, elogiou a diretora.

O representante da Magnamed, o fisioterapeuta Fábio Castro, também ficou surpreso com a UPA. “Estamos muito felizes em realizar a doação para um município que, visivelmente, está comprometido com a saúde pública. Nossos aparelhos são utilizados e requeridos no país inteiro, e, certamente, não havia visto nenhuma unidade pública tão bem organizada quanto essa em nenhuma outra cidade. Sumaré está de parabéns”, disse.

Agradecimentos

A secretária de Saúde, Fauzia Raiza, agradeceu os elogios e afirmou que essa melhoria visível é fruto da dedicação da prefeita Cristina Carrara e de toda a equipe da Saúde Municipal.

“Quando assumimos o governo, a área da Saúde era um dos nossos maiores e mais complexos desafios. Hoje, depois de muita luta, já estamos colhendo os frutos dos últimos anos de trabalhos bem realizados e planejados”, afirmou.

Equipamento

A doação foi viabilizada através do Projeto UPA Magnamed, em que Sumaré é a cidade pioneira, e tem como objetivo localizar prontos socorros públicos com grande demanda para equipá-los com os respiradores da fabricante. O aparelho é o mesmo modelo adotado recentemente pelo resgate aéreo Águia e pelo SAMU da capital paulista.

Os equipamentos, que são portáteis – pesando cerca de 3kg – e têm capacidade para atender desde recém-nascidos até pacientes adultos, devem chegar à cidade nas próximas semanas, permitindo que todos os seis leitos de observação da UPA passem a contar com equipamentos do tipo (atualmente, apenas três têm respiradores automáticos).

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde