Colaboradores do HPEG participam de Festa Julina

Humanização dentro da assistência hospitalar deve ir além de usuários e familiares. É o que vem provando o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, cujo serviço de humanização começa pelos próprios colaboradores. O Hospital, que é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) realizou, na última sexta-feira, 21, uma Festa Julina. O evento aconteceu na recepção do HPEG, com direito a concurso de Mister e Miss Caipira, distribuição de prêmios, comidas típicas, decoração temática, e muita animação por parte dos colaboradores.

A festa foi organizada pelo Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) com o objetivo de integrar a equipe e proporcionar um momento de lazer para aqueles que no dia-a-dia cuidam de vidas e acolhem usuários e acompanhantes que necessitam de atenção especial.  

Marcelo dos Anjos Oliveira, técnico de Enfermagem, de 34 anos, que trabalha no HPEG desde o início das atividades do hospital, três anos atrás, foi eleito o Mister Caipira da festa. “Sempre participo dos eventos do hospital, porque isso é muito estimulante, gratificante, faz bem  para o ambiente de trabalho e os colaboradores se sentem valorizados. Isso estimula a gente a continuar onde a gente tá”, afirmou.

Quem também saiu premiada da festa foi a técnica de Enfermagem, Wailla Greyce de Souza Silva Gomes, de 28 anos, que ganhou o título de Miss Caipira. Wailla que atua como colaboradora do Hospital Galileu há três meses superou a vergonha e relembrou os tempos de adolescente quando participava de quadrilhas juninas.

“Desde os 14, 15 anos, que eu não participava de uma quadrilha junina. Foi muito bom”, disse Wailla, que ainda destacou a importância de ter momentos como esse dentro do local de trabalho. “A gente se distrai um pouco, se diverte com nossos colegas, tem uma rotina diferente do habitual e interage um com o outro”.

Também saíram premiados da festa, os colaboradores Aginaldo Coelho, Ocilene Santos, Angela Menezes e Emanuele Tenório. Já o restante da equipe do HPEG fez questão de participar da quadrilha junina ao final da festa e comer os quitutes preparados pelo Serviço de Nutrição e Dietética (SND).

De acordo com a assistente administrativa da Humanização, Lidiana Ferreira, a valorização do trabalhador por parte da administração do Hospital, aumenta a responsabilidade da área de Humanização. “Isso é muito notório aqui, a satisfação com a qual o colaborador trabalha, o respeito que é tido até nos momentos em que eles se confraternizam, e isso traz até uma carga de responsabilidade maior para nosso trabalho na Humanização, porque essa valorização do trabalho é uma cultura da Pró-Saúde”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of