Home » Colaboradores do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes recebem orientações sobre HPV

Colaboradores do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes recebem orientações sobre HPV

Como parte da programação do Pense Rosa, os colaboradores do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes (SP) receberam, no dia 10 de outubro, orientações sobre o HPV (papilomavírus humano) e participaram da campanha de vacinação contra o vírus. A palestra foi realizada pelo médico oncologista Paulo Villas Bôas de Carvalho, coordenador hospitalar da Prefeitura de Mogi das Cruzes, e pela médica Tereza Nihei, diretora da Vigilância Epidemiológica de Mogi. 

A aula foi ministrada para que enfermeiros e os demais profissionais do hospital possam esclarecer as dúvidas dos pacientes, principalmente, ao longo de outubro, quando as ações voltadas à saúde da mulher são intensificadas.
“O HPV é a principal doença sexualmente transmissível (DST)”, destacou Villas Bôas. “Há 200 tipos de papilomas, 40 deles que geram infecções do trato genital”, enumerou.

O médico mostrou estudos os quais apontam que 45% das adolescentes, com uma faixa etária de 14 anos, foram contaminadas com o HPV, antes mesmo da primeira relação sexual. Outro estudo científico apresentado pelo coordenador hospital indica que há a possibilidade do contágio de o vírus ocorrer de forma “não sexual ou não genital”, pelo dedos, por exemplo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 20,8 milhões de brasileiras devem ter positividade para HPV neste ano.

“É por essa quantidade de estudos e dados que temos que incentivar a campanha de vacinação”, ressaltou Villas Bôas. “Mesmo que o vírus também atinjam os homens, a imunização das mulheres reduzirá o contágio da população masculina”, ponderou.

Tereza Nihei disse que na primeira dose da campanha nacional de vacinação, em março deste ano, Mogi conseguiu vacinar mais de 90% do público alvo. A segunda dose segue à disposição das meninas de 11 a 13 anos, nos postos de saúde. Basta levar a caderneta de vacinação e o cartão do Sistema Integrado de Saúde (SIS), da Prefeitura de Mogi das Cruzes.

Quem não tomou a primeira dose, e está na faixa etária preconizada pelo Ministério da Saúde, pode receber a vacina nesta segunda etapa da campanha.
 
Cuidando

Além de capacitar os colaboradores do hospital para que eles possam tirar as dúvidas dos pacientes sobre o vírus e, ainda, desmistificar os efeitos da vacina, a palestra faz parte do programa “Cuidando de quem cuida”, lançado pelo Hospital Municipal, com o objetivo de capacitar, orientar, e preservar a saúde de todos os profissionais da unidade de saúde.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde