Colaboradores do HMUE promovem oficina de culinária na Casa Ronald McDonald

Ao se deslocar até Belém (PA) em busca de tratamento oncológico para seus filhos, muitas mães recebem abrigo na Casa Ronald McDonald, situada no bairro Castanheira. Gerida pela Associação Colorindo a Vida, a casa atende a crianças e jovens em tratamento no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo (HOIOL).

No local, são oferecidas atividades para os pacientes e acompanhantes. Entre elas, estão oficinas de culinária, como a realizada por voluntários do Setor de Nutrição e Dietética (SND) do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE). Os pacientes e suas mães aprenderam a confeccionar ovos de Páscoa caseiros.

Numa tarde animada, regada a chocolate e muita alegria, eles conheceram os passos da produção do ovo caseiro. Voluntária na Casa Ronald há um ano, a coordenadora do SND do Metropolitano, Edilssa Carla Lopes, disse que atividades como esta cumprem dupla função. “Nosso intuito é oferecer para as mães uma fonte de renda e diversão para as crianças”, afirmou.

A coordenadora avalia positivamente o seu período de voluntariado na Casa Ronald e vê mudanças trazidas pelo trabalho. “Venho aprendendo muito nesse um ano de Casa Ronald. É como se lá fosse meu dia de reflexão, onde posso aprender. Não sou eu quem levo o trabalho de nutricionista para lá, na verdade eu que aprendo com eles e tenho ganhos”, pondera. “A gente muda o pensamento enquanto pessoa e enquanto profissional. A gente se torna melhor”, completou.

Além dela, a colaboradora Maria José Miranda, cozinheira do turno da manhã no SND, participou da atividade auxiliando mães e pacientes. A participação dos colaboradores nas oficinas serve de incentivo para que outros trabalhadores se dediquem ao voluntariado.

Lar fora de casa

A Casa Ronald McDonald oferece auxílio a pacientes e seus familiares vindos do interior do Pará. São 35 apartamentos equipados com cama, geladeira e sofá. A casa dispõe ainda de áreas comuns como refeitório, cozinha e lavanderia.

Todas as famílias abrigadas recebem refeições e lanches diários gratuitos. Os abrigados ganham também reforço escolar, assistência social e o acompanhamento de voluntários.

Em breve a casa terá suas instalações ampliadas graças à cessão de um terreno vizinho ao imóvel pela Prefeitura de Belém.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of