Bebê prematuro de Muaná é atendido no Hospital Materno-Infantil de Barcarena

Transferido da cidade de Muaná para Barcarena (PA), aproximadamente 67 km de distância, por meio da Central de Regulação Interna da Secretária de Saúde do Estado do Pará, em viagem com duração de três horas de barco, o pequeno Ruan Wallafi, de apenas 4 dias de vida, foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB).

Ruan é prematuro, nasceu com 32 semanas de gestação, com apenas 1,7 kg, apresentou no quadro de saúde desconforto respiratório e foi necessário conduzí-lo para uma infraestrutura adequada e com cuidados específicos, como explica a pediatra Verena Almeida, “Ele evoluiu com desconforto após o nascimento e aqui passou por vários exames laboratoriais e de imagem. Hoje, o quadro de saúde dele é considerado estável”, disse.

A avó do recém-nascido, Maria de Jesus Marques Belo, acompanha a mãe e que é menor de idade e o neto durante a internação. Ela conta que a família estava bem apreensiva quanto a transferência do bebê para Barcarena. “Quando viemos no barco fiquei bastante nervosa, não sabia o que ia acontecer na cidade que eu não conhecia ninguém, mas quando cheguei no hospital e fui tão bem atendida que confortou meu coração. Tem horas que vejo a equipe dando total atenção para o meu neto e isso é muito importante” diz.
 
Parto de Gêmeos

Desde o dia 08/10, o HMIB, gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, está em funcionamento e já conta com histórias de vida em relação ao nascimento dos bebês. Tanto que nesta quarta-feira (10/10), a paciente I.M.S, 16 anos, residente de Abaetetuba (PA), estava com 36 semanas de gestação gemelar, deu entrada na Unidade, com quadro de perda de líquido e teve parto dos primeiros gêmeos na Unidade. “Ela foi considerada alto risco, porque os bebês eram prematuros e era gravidez gemelar. Esperamos um pouco na tentativa de um parto normal. Mas, após reavaliação, resolvemos indicar a cesariana e assim foi feito. A cirurgia foi muito tranquila e deu tudo certo” explica  a médica obstetra Ana Cristina Sodré. 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of