Após 42 dias na UTI, paciente grave com Covid-19 recebe alta no Hospital Regional de Santarém

O advogado Luís Alberto Mota Figueira, de 57 anos, foi o 23º paciente em tratamento contra o novo coronavírus a receber alta no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), unidade do Governo do Pará, gerenciado pela Pró-Saúde.

A alta aconteceu na tarde desta terça-feira, 12/5, em Santarém, no Pará. O paciente deu entrada na unidade no dia 1° de abril, em estado grave, apresentando insuficiência respiratória aguda grave. Após três dias em cuidados intensivos, apresentou insuficiência renal. Durante o período de internação, Luís chegou a sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Após mais de um mês internado, a superação e a força de vontade de vencer surpreendeu a todos da equipe médica. Por ter ficado um certo período em ventilação mecânica, com ajuda de um respirador, passou por uma traqueostomia para retirada da intubação.

Em novo exame, realizado no dia 25/04, o resultado para a doença deu negativo, atestando a cura.

“Tenho a certeza que estou vivo porque tenho várias missões ainda a cumprir. Essa é uma das lições que tiro dessa trajetória traumática que vivi”, disse Luís horas antes de sair de alta.

Na saída do hospital, foi homenageado pelos profissionais do HRBA e pelos familiares e amigos com um corredor de aplausos. “Recebemos um milagre de Deus na nossa vida. Devemos graças à Nossa Senhora”, disse a esposa Patrícia Sena Figueira, erguendo a imagem de Maria, levada para o momento da alta.

Os amigos embalaram a saída de Luís, e deixaram o momento mais emocionante ao cantar em coral a música “É preciso saber viver”, de Roberto e Carlos e Erasmo Carlos.

23 pacientes recuperados

Até a tarde desta terça-feira (12/5), o HRBA, considerando um dos dez melhores hospitais públicos do Brasil, já alcançou a marca de 23 pacientes recuperados após internação relacionada ao novo coronavírus.

Ampliar fonte
Contraste