Após 134 dias de internação no Hospital Metropolitano, criança de 4 anos volta para casa no colo dos pais

A pequena Maria Victória completou 4 anos ainda no hospital, ganhando uma festa surpresa pelos colaboradores da unidade

A pequena Maria Victória faz jus ao nome que tem. Com 134 dias de internação, a menina recebeu alta médica nesta segunda-feira, 10/8, do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA).

Ela deu entrada na unidade no dia 29 de março, após ser vítima de um acidente em Salinópolis, município onde mora, comprometendo funções neurológicas e também os movimentos. Mesmo tão nova, Maria chegou a precisar de internação na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) pediátrica.

Aos poucos, com a melhora no quadro clínica no decorrer do tratamento, a pequena saiu da UTI, ganhou peso e nesta segunda-feira, depois de uma longa luta pela vida, pôde ir para casa junto com os pais.

A recuperação de Maria Victória foi comemorada por toda a equipe do HMUE, unidade do Governo do Estado, sendo gerenciada pela Pró-Saúde. Entre os profissionais que celebraram a recuperação está a a Terapeuta Ocupacional, Manoela Matos.

“Ela é uma criança especial. Um doce e carinhosa. Ver ela voltando para a casa feliz, sorrindo, isso é um motivo de felicidade e ânimo para todos do hospital”, disse.

A profissional conta ainda que a criança precisou passar pela UTI três vezes, momentos de muita luta para a paciente e seus familiares. “Ela é uma guerreira e tá saindo daqui muito bem. Agora é só aproveitar o momento com a família, e o melhor, em casa”, ressaltou.

Ao sair do local, a família agradeceu ao atendimento prestado pela equipe. “Agradecemos tudo o que fizeram pela minha filha. Foram momentos em que fomos tratados da melhor forma e com muito carinho”, conta Carlos Souza, pai da Maria Victória.

Festa surpresa de aniversário

Por conta do acidente, Maria Victória completou quatro anos de idade dentro do Metropolitano, com uma surpresa realizada no jardim do hospital, com direito a bolo e presentes. “Foi um momento diferente e eu não esperava por essa experiência que ficará na lembrança. O espaço estava decorado com bexiga, bolo, vela de aniversário e minha sobrinha adorou”, Raianny Cacebe, tia da Maria Victória.

Os preparativos da surpresa foram realizados com carinho pelos colaboradores do hospital, seguindo todos os critérios de prevenção ao novo coronavírus, sem contato físico, com higienização das mãos e em área aberta.

A ação faz parte da visão da entidade, que junto com os colaboradores, oferece atividades que promovam qualidade, humanização e sustentabilidade e que impactam diretamente a vida dos pacientes.

Roberta Cardins, coordenadora do setor de projetos sociais, acrescenta que essas práticas são elaboradas para amenizar o sofrimento dos pacientes durante o período de internação. “Sempre utilizamos vários dispositivos para amenizar as consequências de um acidente e dos processos de recuperação dentro do HMUE. O intuito é suprir a necessidade do nosso público e dar suporte sempre que necessário, propagando a humanização”, relatou.

Ampliar fonte
Contraste