Mães de bebês prematuros desenvolvem a criatividade na produção de roupas natalinas durante o acolhimento em maternidade

Ensaio de Natal

Oficinas desenvolvidas pelo Hospital Materno-Infantil de Barcarena ajudam mães na produção de alimentos e roupinhas aos bebês e proporcionam a redução do estresse e ansiedade durante a internação dos filhos em UTI Neonatal

Geisiane Vasconcelos, 28 anos, é mãe do pequeno Jonathan Luiz e uma das mães que, nessa semana, passou por experiências especiais, com as oficinas de costura e cozinha, no Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB).

Moradora de Abaetetuba, é a primeira vez que ela vai passar o Natal longe da família, para acompanhar o filho que nasceu extremo prematuro no HMIB. Com apenas seis meses, o bebê necessita de cuidados intensivos para ganhar peso até estar pronto para ter alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Para a mãe, as oficinas de roupinhas e de biscoitos natalinos serviram como uma via de escape social e de acolhimento com momentos de descontração e relaxamento. O momento também possibilita às mães demonstrarem um gesto de amor para com seus filhos.

“É tão maravilhoso poder construir algo para dar ao meu filho. Eu me sinto participante, porque eu sempre o vejo sendo cuidado, agora, eu também posso demonstrar o meu cuidado com esse presente de natal que eu fiz para ele”, explica a mãe emocionada.

De acordo com Heloisa Santos, terapeuta ocupacional da unidade, a ideia foi trazer para o ambiente hospitalar a simbologia do Natal, proporcionando um momento festivo para aquelas mães que não poderão estar junto da família. A ação também veio para minimizar os aspectos negativos da hospitalização.

“Com a oficina de biscoitos natalinos, elas podem cozinhar e decorar a ceia de Natal delas no hospital, e com a confecção das roupinhas, gorros e luvas para os bebês, elas vão presentear os seus filhos, celebrando essa data especial com eles e também com a equipe”, ressalta Heloisa.

Oficinas também humanizam o atendimento

As oficinas de atividades manuais fazem parte do cuidado humanizado, potencializado pelo trabalho desenvolvido pela Pró-Saúde, gestora do Hospital Materno-Infantil de Barcarena, por meio de contrato de gestão com o Governo do Pará.

Com os bebês internados, as oficinas possibilitam a quebra de uma rotina hospitalar para as mães, que geralmente envolve estresse, ansiedade e medo. Elas podem utilizar o tempo ocioso para criar e serem participantes do cuidado do filho.

Durante a oficina de produção de biscoitos natalinos, as mães contam com apoio da equipe do Serviço de Nutrição e Dietética para manterem a alimentação saudável, além de receberem todo o material necessário para criação e inspiração na hora de produzir os lanches.

Já para a criação de roupinhas de Natal para os bebês, as mães recebem o direcionamento da terapeuta ocupacional, com material de costura e decoração para produzir gorros, luvas, sapatinhos e fraldas. Todo o material é devidamente higienizado e antialérgico.

“É um processo terapêutico, não só na parte clínica, com os cuidados e procedimentos que muitas dessas mães vivenciam com o parto prematuro, mas também com o acolhimento e cuidado emocional. Elas compartilham essas vivências do dia a dia, trocam experiências com as mães e despertam o lado criativo”, destaca a terapeuta ocupacional.

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan está localizado a 114 km distante da capital Belém. A unidade é referência no atendimento de média e alta complexidades para gestantes e bebês de 11 municípios do Baixo Tocantins, prestando atendimento 100% gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em seus dois anos de funcionamento, já realizou mais de 3.000 partos e cerca de 125 mil atendimentos, entre consultas, internações, exames e cirurgias. Desde a sua inauguração, a unidade é gerenciada pela Pró-Saúde, uma das maiores instituições filantrópicas do País.