Colaboradores recebem orientação sobre acidentes de trânsito na Semana Multiprofissional do HMUE | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Colaboradores recebem orientação sobre acidentes de trânsito na Semana Multiprofissional do HMUE

22/06/2018

Colaboradores recebem orientação sobre acidentes de trânsito na Semana Multiprofissional do HMUE

Os impactos sociais e as sequelas oriundas de acidentes de trânsito. Estes tópicos foram abordados na palestra “Direção Viva: Quero andar de moto até morrer, mas não quero morrer andando de moto”, direcionada aos colaboradores assistenciais do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) nesta quarta-feira (20/6). A palestra faz parte da programação da III Semana Multiprofissional e XII Semana de Enfermagem da unidade.

Conduzida pelo diretor Operacional da Pró-Saúde no Pará, Rogério Kuntz, e pelo coordenador médico do Pronto Atendimento da unidade, José Guataçara, a atividade levou a público a refletir sobre as causas e consequências dos acidentes de trânsito. O programa “Direção Viva” orienta sobre as sequelas oriundas de acidentes de trânsito e os impactos sociais e pessoais destes episódios. Para compor a palestra foram usadas histórias que a equipe vive no dia-a-dia da unidade. “Nossa apresentação é montada em cima do que vemos em nosso ambulatório e na experiência dentro do hospital”, explicou Guataçara.

O médico enfatizou que, além das sequelas físicas, os acidentes, especialmente os de motocicleta, costumam ser a causa de perdas econômicas para indivíduos produtivos. Há também o agravo social, conforme explicou o médico: “Um acidente de trânsito destrói uma família toda. Não é apenas o paciente que sofre, mas também seus familiares”.

Acostumados a levar as orientações do programa “Direção Viva” a um público considerado leigo, os palestrantes tiveram a oportunidade de falar com quem presta assistência a pacientes de média e alta complexidades. Segundo o fisioterapeuta Henrique da Silva Gomes, supervisor de Reabilitação, ter contato com uma iniciativa que trata da realidade dos pacientes atendidos diariamente no HMUE é enriquecedora do ponto de vista profissional. “É fundamental para a gente saber o que acontece no mecanismo do trauma e para a equipe estar preparada para receber este paciente e atuar de modo mais eficaz”, refletiu.

Para o diretor Operacional da Pró-Saúde, Rogério Kuntz, a conversa foi produtiva por se tratar de uma oportunidade de falar com um público que também utiliza motocicleta. “Independentemente de serem profissionais de saúde, muitos usam motos e estão sujeitos aos perigos do trânsito. Nossa intenção é que a mensagem seja abrangente”, afirmou.

A palestra do programa Direção Viva fez parte do quinto dia de atividades da Semana Multiprofissional do Hospital Metropolitano. A diretora Assistencial da unidade, Ivanete Prestes Roberti, afirmou que a escolha dos temas tem relação direta com a vivência diária dos profissionais multi na unidade. “Os temas estão associados a necessidades que temos no nosso dia-a-dia nos processos assistenciais. Este ano a participação dos profissionais está maior e temos a ocupação completa do auditório em todas as atividades”, comentou.

A programação já contou com cursos de atualização para enfermeiros que atuam no Trauma, roda de conversa sobre desospitalização com representantes do programa “Melhor em Casa”, criado pelo Ministério da Saúde, e palestra sobre empatia no ambiente hospitalar. “Faremos uma avaliação dos temas mais procurados este ano para que se repitam na próxima edição”, adiantou. As atividades da III Semana Multiprofissional e XII Semana de Enfermagem seguem até o dia 26/6.

Atendimentos

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) registrou o atendimento a 1.596 pacientes vítimas de acidentes de trânsito entre os meses de janeiro e maio de 2018. Deste total, 628 foram realizados em decorrência de acidente de motocicleta. As colisões responderam por 621 atendimentos. Os atropelamentos foram responsáveis pela entrada de 272 pacientes na unidade e os acidentes de bicicleta por 75.

Nos cinco primeiros meses de 2018, a unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), realizou 6.758 atendimentos. Neste universo, 1.596 atendimentos foram referentes a acidentes de trânsito. O percentual representa 23,6% do total de atendimentos realizados pelo HMUE entre os meses de janeiro e maio de 2018.

No ano passado, a unidade atendeu 4.313 pacientes vítimas de acidentes de trânsito. Foram 1.799 atendimentos por acidentes de motocicleta, 1.587 por colisão, outros 755 atendimentos a atropelados e 172 em decorrência de acidente de bicicleta.

 

+ Notícias

23/01/2019 - Hospital Materno-Infantil de Barcarena participa da 1º Semana de Farmácia Hospitalar da Pró-Saúde

23/01/2019 - HEGV participa da Semana de Farmácia Hospitalar

23/01/2019 - As 10 principais ameaças para a saúde em 2019

23/01/2019 - CFM divulga que metade das prefeituras gastam menos de R$403 ao ano na saúde

21/01/2019 - Saúde: SBIm alerta os participantes da Jornada Mundial de Juventude sobre a importância da vacinação

21/01/2019 - Saúde: Ministério da Saúde brasileiro se preocupa com doença toxi-infecciosa vinda da Venezuela

21/01/2019 - Humanização durante o parto no HU fortalece vínculo entre mãe e bebê

21/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência conta com o serviço de Terapia Ocupacional

21/01/2019 - Pró-Saúde lança site do Hospital Materno-Infantil de Barcarena com foco na transparência dos serviços oferecidos para a sociedade

18/01/2019 - Pró-Saúde anuncia Semana de Farmácia Hospitalar com meta da Organização Mundial da Saúde

18/01/2019 - O papel do farmacêutico no ambiente hospitalar

17/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência realiza a 1ª Semana de Farmácia Hospitalar

17/01/2019 - IEC promove evento sobre cuidados paliativos

16/01/2019 - Saúde: Sobre o uso consciente dos antibióticos. Um desafio para a saúde pública

16/01/2019 - Metropolitano reforça a segurança da Unidade com a contratação de bombeiros civis

16/01/2019 - Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

15/01/2019 - Saúde: Incidência de picadas de escorpiões aumenta durante o verão brasileiro

14/01/2019 - Saúde: Suspeita de peste bubônica é investigada no Rio de Janeiro

14/01/2019 - Saúde: Lei institui mês de combate a hepatites virais

14/01/2019 - Hospital Oncológico Infantil recebe novos voluntários

14/01/2019 - Saúde - Para o novo governo, deputados sugerem ações para garantir melhor acesso da população à saúde pública

14/01/2019 - Saúde: Mais de 10.200 casos de sarampo foram confirmados no Brasil

11/09/2019 - Colaboradores do Hospital Estadual de Urgência e Emergência participam de atividades de gerenciamento de custos

10/01/2019 - Voluntários de projeto de passeio ciclístico adaptado no Parque do Utinga recebem orientações sobre primeiros socorros

10/01/2019 - Pró-Saúde completa um mês de gestão própria do Hospital São Luiz

09/01/2019 - Saúde: Nova proposta prevê a diminuição de riscos de eclâmpsia em gestantes

09/01/2019 - Saúde: SUS incorpora nova dosagem do medicamento para pacientes com esclerose múltipla

09/01/2019 - Saúde: SUS oferece novos procedimentos para pacientes com degeneração da retina

09/01/2019 - Colaboradores do Materno-Infantil de Barcarena recebem treinamento sobre Time de Resposta Rápida

08/01/2019 - Workshop reforça Segurança do Paciente com atividades lúdicas e interatividade