Capacitação de brigadistas contribui para a segurança no Hospital Metropolitano | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Capacitação de brigadistas contribui para a segurança no Hospital Metropolitano

20/03/2017

Capacitação de brigadistas contribui para a segurança no Hospital Metropolitano

Treinadas para realizar atendimentos em situações de emergência, as brigadas de incêndio são fundamentais para atuar na prevenção, combate a incêndios, prestação de primeiros socorros e evacuação de ambientes. Suas ações incluem o prévio conhecimento do plano de emergência contra sinistros, a avaliação dos riscos existentes, além da prática de exercícios simulados.

No Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), os colaboradores que integram a equipe de brigadistas recebem capacitação para torná-los aptos a atuar em situações que demandem a retirada rápida e segura de pacientes das áreas de internação em caso de incêndio. Na última semana, uma turma com 20 colaboradores, participou das aulas ministradas por técnicos especializados em Segurança do Trabalho.

A aula teórica foi ministrada pelos facilitadores Jean Farias, técnico de Segurança do Trabalho e instrutor da Cruz Vermelha, e Alessandra Teles, técnica de enfermagem e voluntária na Cruz Vermelha. Jean repassou informações sobre prevenção e combate a incêndio. Já Alessandra falou dos cuidados a serem tomados na hora dos primeiros socorros.

O HMUE vem capacitando seus colaboradores no combate a incêndio desde o ano de 2016. Contando com o curso atual, quase 90 colaboradores já foram contemplados com o treinamento. O coordenador da Brigada de Incêndio e técnico de Segurança do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho do hospital (SESMET), Carlos Henrique da Costa, diz que a meta é capacitar 100% dos trabalhadores.

Durante o treinamento os alunos fizeram um exercício prático para simular a descida de pacientes do quarto andar até o térreo da unidade. Foram repassadas também orientações e técnicas para usar equipamentos como a prancha e a cadeirinha para a descida.

A opção pelas escadas tem explicação, de acordo com Carlos Henrique. “Se acontecer um sinistro no hospital, a ordem é que ninguém use o elevador, porque há o risco da parte elétrica queimar e você ficar preso. É preciso descer de escada, mas para isso tem que ter técnica para que essa saída ocorra de maneira ordenada”, aponta.

Carlos Henrique explicou ainda que, capacitações como essa, evita que os colaboradores não saibam como proceder em caso de incêndio. “O hospital é lugar complexo para que você tenha uma evasão de vítimas. Temos os pacientes, acompanhantes e colaboradores. São muitas pessoas para demandar atenção na retirada”, finaliza.

 

+ Notícias

23/01/2019 - Hospital Materno-Infantil de Barcarena participa da 1º Semana de Farmácia Hospitalar da Pró-Saúde

23/01/2019 - HEGV participa da Semana de Farmácia Hospitalar

23/01/2019 - As 10 principais ameaças para a saúde em 2019

23/01/2019 - CFM divulga que metade das prefeituras gastam menos de R$403 ao ano na saúde

21/01/2019 - Saúde: SBIm alerta os participantes da Jornada Mundial de Juventude sobre a importância da vacinação

21/01/2019 - Saúde: Ministério da Saúde brasileiro se preocupa com doença toxi-infecciosa vinda da Venezuela

21/01/2019 - Humanização durante o parto no HU fortalece vínculo entre mãe e bebê

21/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência conta com o serviço de Terapia Ocupacional

21/01/2019 - Pró-Saúde lança site do Hospital Materno-Infantil de Barcarena com foco na transparência dos serviços oferecidos para a sociedade

18/01/2019 - Pró-Saúde anuncia Semana de Farmácia Hospitalar com meta da Organização Mundial da Saúde

18/01/2019 - O papel do farmacêutico no ambiente hospitalar

17/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência realiza a 1ª Semana de Farmácia Hospitalar

17/01/2019 - IEC promove evento sobre cuidados paliativos

16/01/2019 - Saúde: Sobre o uso consciente dos antibióticos. Um desafio para a saúde pública

16/01/2019 - Metropolitano reforça a segurança da Unidade com a contratação de bombeiros civis

16/01/2019 - Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

15/01/2019 - Saúde: Incidência de picadas de escorpiões aumenta durante o verão brasileiro

14/01/2019 - Saúde: Suspeita de peste bubônica é investigada no Rio de Janeiro

14/01/2019 - Saúde: Lei institui mês de combate a hepatites virais

14/01/2019 - Hospital Oncológico Infantil recebe novos voluntários

14/01/2019 - Saúde - Para o novo governo, deputados sugerem ações para garantir melhor acesso da população à saúde pública

14/01/2019 - Saúde: Mais de 10.200 casos de sarampo foram confirmados no Brasil

11/09/2019 - Colaboradores do Hospital Estadual de Urgência e Emergência participam de atividades de gerenciamento de custos

10/01/2019 - Voluntários de projeto de passeio ciclístico adaptado no Parque do Utinga recebem orientações sobre primeiros socorros

10/01/2019 - Pró-Saúde completa um mês de gestão própria do Hospital São Luiz

09/01/2019 - Saúde: Nova proposta prevê a diminuição de riscos de eclâmpsia em gestantes

09/01/2019 - Saúde: SUS incorpora nova dosagem do medicamento para pacientes com esclerose múltipla

09/01/2019 - Saúde: SUS oferece novos procedimentos para pacientes com degeneração da retina

09/01/2019 - Colaboradores do Materno-Infantil de Barcarena recebem treinamento sobre Time de Resposta Rápida

08/01/2019 - Workshop reforça Segurança do Paciente com atividades lúdicas e interatividade