HRBA alerta condutores para consequências dos acidentes de trânsito | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

HRBA alerta condutores para consequências dos acidentes de trânsito

28/11/2016

HRBA alerta condutores para consequências dos acidentes de trânsito

Anualmente, no Brasil, ocorrem mais de 43 mil óbitos e cerca de 200 mil vítimas são hospitalizadas, segundo dados do Ministério da Saúde. O custo total disso chega a quase R$ 56 bilhões por ano, incluindo despesas com o socorro, leitos dos hospitais, medicamentos, indenizações, entre outros. A imprudência é a principal causa dos acidentes. Em Santarém (PA), foram atendidas 1.630 vítimas de acidentes de trânsito no primeiro semestre deste ano. Em 2015, o número foi de 5.598, com 96 óbitos. A cada dez acidentados, seis sofrem acidentes em motocicletas. O ortopedista Emmanuel Silva revela que a gravidade dos acidentes tem aumentado. “Temos visto, na prática, que as fraturas têm sido mais graves, com sequelas maiores. As fraturas são múltiplas, são complexas”, explica.

Para tentar mudar essa realidade, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) realizou a campanha “Direção viva: você consciente, trânsito mais seguro”, na quinta-feira, 24/11. A campanha está sendo promovida pelos hospitais públicos do Pará administrados pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). “A ideia é chamar a atenção para os cuidados que devem ser tomados no trânsito, que podem reduzir ou evitar os transtornos sofridos pelos familiares”, conta uma das organizadoras da ação, Claudiléia Galvão.

O HRBA fez uma blitz em frente à unidade expondo material gráfico com depoimentos de vítimas do trânsito, como forma de chamar a atenção dos condutores para esse problema que afeta de maneira impactante a sociedade. “Os acidentes motociclísticos e automobilísticos têm representado um grande problema de saúde pública para o nosso Estado e País. Eles representam uma grande parcela, senão a maior, dos pacientes internados em nossos hospitais”, diz o diretor Geral do HRBA, Hebert Moreschi. Ele afirma que essa realidade resulta em dois grandes problemas. “O primeiro é que os hospitais estão lotados, com os leitos ocupados, impedindo que pacientes com outras patologias acabem tendo acesso ao serviço. O segundo é que as vítimas são, em geral, pessoas jovens, que estão em idade produtiva e que, em função do acidente, podem se tornar pessoas incapacitadas para ter sua vida em sociedade”.

Como os casos que chegam ao Hospital Regional são de alta complexidade, os pacientes levam mais tempo para se recuperar. Após o procedimento cirúrgico, a reabilitação ainda depende da fisioterapia. “O tratamento é prolongado e envolve toda a família, não só o acidentado. Cerca de 90% da demanda do ambulatório de Fisioterapia é de pacientes que são vítimas de acidentes de trânsito”, diz o fisioterapeuta Cássio Aguiar.

Ao final da ação, os colaboradores da unidade se reuniram e soltaram balões brancos, como forma de simbolizar a paz no trânsito.

No Pará

Nos últimos três anos, mais de 35 mil vítimas foram atendidas em quatro hospitais públicos do Pará. No Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, que atende média e alta complexidades em traumas, são 4.940 atendimentos a vítimas de acidente de trânsito, sendo 2.413 a motociclistas, no período de janeiro a outubro de 2016. Em Marabá, o Hospital Regional do Sudeste do Pará (HRSP) já realizou 1.742 internações até outubro deste ano, número já superior ao ano de 2014 (1.620) e inferior ao ano de 2015 (1.955). Em Altamira, o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) realizou 663 internações de pacientes vítimas de acidentes de trânsito até outubro deste ano. Se comparado a 2014 (603 internações) e 2015 (637 internações), as estatísticas apontam para um número crescente.

Em média, um paciente vítima de acidente de moto gera custo de internação na ordem de R$ 7,2 mil no Hospital Metropolitano. Considerando os últimos três anos, a unidade de saúde estima que o impacto foi de cerca de R$ 80 milhões aos cofres públicos específicos ao tratamento destinado a vítima de acidentes de moto. Recursos públicos que poderiam ser investidos em patologias naturais, como acidente vascular cerebral, clinica médica e saúde do idoso.

 

+ Notícias

16/01/2019 - Sobre o uso consciente dos antibióticos. Um desafio para a saúde pública

16/01/2019 - Metropolitano reforça a segurança da Unidade com a contratação de bombeiros civis

16/01/2018 - Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

15/01/2018 - Incidência de picadas de escorpiões aumenta durante o verão brasileiro

14/01/2018 - Suspeita de peste bubônica é investigada no Rio de Janeiro

14/01/2018 - Lei institui mês de combate a hepatites virais

14/01/2018 - Hospital Oncológico Infantil recebe novos voluntários

14/01/2019 - Para o novo governo, deputados sugerem ações para garantir melhor acesso da população à saúde pública

14/01/2019 - Mais de 10.200 casos de sarampo foram confirmados no Brasil

11/09/2019 - Colaboradores do Hospital Estadual de Urgência e Emergência participam de atividades de gerenciamento de custos

10/01/2019 - Voluntários de projeto de passeio ciclístico adaptado no Parque do Utinga recebem orientações sobre primeiros socorros

10/01/2018 - Pró-Saúde completa um mês de gestão própria do Hospital São Luiz

09/01/2019 - Nova proposta prevê a diminuição de riscos de eclâmpsia em gestantes

09/01/2019 - SUS incorpora nova dosagem do medicamento para pacientes com esclerose múltipla

09/01/2019 - SUS oferece novos procedimentos para pacientes com degeneração da retina

09/01/2019 - Colaboradores do Materno-Infantil de Barcarena recebem treinamento sobre Time de Resposta Rápida

08/01/2019 - Workshop reforça Segurança do Paciente com atividades lúdicas e interatividade

08/01/2019 - Mural das Virtudes promove melhoria nas relações interpessoais no Hospital Regional de Altamira

07/01/2019 - Com mais de 14 mil partos e três milhões de consultas, Pró-Saúde encerra gestão do Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais e da UPA 24h, no Paraná

07/01/2019 - Hospital Galileu divulga resultado de aprovados para o curso de Cuidador de Idosos

07/01/2019 - Colaboradores do HU arrecadam roupinhas para bebês durante curso

07/01/2019 - Hospital Metropolitano realiza formatura de ABC para paciente internado no Centro de Tratamento de Queimados

02/01/2018 - Mãe e bebê prematuro recebem visita familiar para o Natal no Hospital Materno Infantil de Barcarena

02/01/2019 - Programação Natalina leva esperança e solidariedade para pacientes do HRPT

02/01/2019 - Hospital 5 de Outubro realiza programação musical de Natal

02/01/2019 - Hospital Metropolitano realiza VI Semana SIPAT

28/12/2018 - CEIs participam de avaliação anual e promovem planejamento para 2019

28/12/2018 - Funcionários do HRPT fazem ceia de Natal para pacientes

28/12/2018 - HMIB alerta sobre a Campanha Dezembro Vermelho

27/12/2018 - Caravana Iluminada de Natal encanta crianças no Hospital Oncológico Infantil