Hospital Regional Público da Transamazônica conscientiza sobre a importância do cuidado ofertado a bebês prematuros | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Hospital Regional Público da Transamazônica conscientiza sobre a importância do cuidado ofertado a bebês prematuros

23/11/2016

Hospital Regional Público da Transamazônica conscientiza sobre a importância do cuidado ofertado a bebês prematuros

J. V. tem dois anos de idade e nasceu prematuro no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira (PA). Após o parto, J. V. apresentou problemas respiratórios e ficou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por 25 dias. Hoje, tem 25 quilos e adora brincar. “Ele é hiperativo, não para! O J. foi uma benção. A gente não estava esperando. Quando descobrimos a gestação, minha esposa já estava no quarto mês. A gente sabe que o estado dele logo no início foi grave. Ele respirou 100% por aparelho, rim parou, coração parou. Vivemos momentos de angústia, mas hoje, com essa equipe fantástica que salvou meu filho, ele está bem esbanjando saúde, forte e saudável”, conta o pai, Vitor Conde.

O HRPT é o único na região do Xingu/Transamazônica que têm Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal e UTI Infantil. Para focar cada vez mais a atenção no cuidado com os bebês prematuros, a unidade  fomenta constantemente o diálogo sobre o tema, em ações como os encontros de prematuros que acontecem na unidade no mês de novembro.

De acordo com a médica pediátrica, Diana Sato, somente em 2016 foram atendidas 48 crianças prematuras no HRPT. “Prematuro é aquele bebê que nasce antes de completar os nove meses ou as 37 semanas de vida. É um bebê que não está pronto para viver fora do útero e, por isso, precisa de uma série de cuidados especiais. Essa data foi instituída para reforçar a necessidade dessa atenção que o prematuro precisa, mas como também conscientizar a sociedade em geral, que a prematuridade pode ser evitada”, explica a médica.

Hoje, a prematuridade é a principal causa de morte dos menores de cinco anos de idade no mundo. Segundo a médica, no Brasil nascem quase mil prematuros por dia. Ainda segundo a pediatra, a prematuridade tem como ser evitada, uma vez que sua prevenção salva vidas. “O pré-natal correto faz uma grande diferença. Quando a mãe cumpre o calendário, evita que o bebê nasça antes da hora. E quando a prematuridade acontece, e não pode ser evitada, precisa de suporte para ambos: mãe e bebê. Muitas vezes, o recém-nascido precisa de terapia intensiva, que hoje só o HRPT oferece na região do Xingu”, comenta a médica.

Na semana passada, o Hospital Regional de Altamira realizou no dia 18/11 o segundo encontro de prematuros, no qual participaram a equipe da UTI Neonatal e 20 pais e bebês prematuros que até hoje são acompanhados pela unidade. O encontro fez alusão ao “Dia do Prematuro” celebrado mundialmente em 17/11 e dedicado às crianças que nascem antes do tempo.

 

+ Notícias

23/01/2019 - Hospital Materno-Infantil de Barcarena participa da 1º Semana de Farmácia Hospitalar da Pró-Saúde

23/01/2019 - HEGV participa da Semana de Farmácia Hospitalar

23/01/2019 - As 10 principais ameaças para a saúde em 2019

23/01/2019 - CFM divulga que metade das prefeituras gastam menos de R$403 ao ano na saúde

21/01/2019 - Saúde: SBIm alerta os participantes da Jornada Mundial de Juventude sobre a importância da vacinação

21/01/2019 - Saúde: Ministério da Saúde brasileiro se preocupa com doença toxi-infecciosa vinda da Venezuela

21/01/2019 - Humanização durante o parto no HU fortalece vínculo entre mãe e bebê

21/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência conta com o serviço de Terapia Ocupacional

21/01/2019 - Pró-Saúde lança site do Hospital Materno-Infantil de Barcarena com foco na transparência dos serviços oferecidos para a sociedade

18/01/2019 - Pró-Saúde anuncia Semana de Farmácia Hospitalar com meta da Organização Mundial da Saúde

18/01/2019 - O papel do farmacêutico no ambiente hospitalar

17/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência realiza a 1ª Semana de Farmácia Hospitalar

17/01/2019 - IEC promove evento sobre cuidados paliativos

16/01/2019 - Saúde: Sobre o uso consciente dos antibióticos. Um desafio para a saúde pública

16/01/2019 - Metropolitano reforça a segurança da Unidade com a contratação de bombeiros civis

16/01/2019 - Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

15/01/2019 - Saúde: Incidência de picadas de escorpiões aumenta durante o verão brasileiro

14/01/2019 - Saúde: Suspeita de peste bubônica é investigada no Rio de Janeiro

14/01/2019 - Saúde: Lei institui mês de combate a hepatites virais

14/01/2019 - Hospital Oncológico Infantil recebe novos voluntários

14/01/2019 - Saúde - Para o novo governo, deputados sugerem ações para garantir melhor acesso da população à saúde pública

14/01/2019 - Saúde: Mais de 10.200 casos de sarampo foram confirmados no Brasil

11/09/2019 - Colaboradores do Hospital Estadual de Urgência e Emergência participam de atividades de gerenciamento de custos

10/01/2019 - Voluntários de projeto de passeio ciclístico adaptado no Parque do Utinga recebem orientações sobre primeiros socorros

10/01/2019 - Pró-Saúde completa um mês de gestão própria do Hospital São Luiz

09/01/2019 - Saúde: Nova proposta prevê a diminuição de riscos de eclâmpsia em gestantes

09/01/2019 - Saúde: SUS incorpora nova dosagem do medicamento para pacientes com esclerose múltipla

09/01/2019 - Saúde: SUS oferece novos procedimentos para pacientes com degeneração da retina

09/01/2019 - Colaboradores do Materno-Infantil de Barcarena recebem treinamento sobre Time de Resposta Rápida

08/01/2019 - Workshop reforça Segurança do Paciente com atividades lúdicas e interatividade