Voluntários mudam rotina do Oncológico Infantil em dezembro

Eles estão no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo durante todo o ano todo, seja para a doação de brinquedos, leitura de histórias ou simplesmente para levar sorrisos que possam confortar as famílias e usuários da unidade. Em dezembro, não poderia ser diferente. Com o aumento das ações para doação de brinquedos, fraldas e a realização de programações diferenciadas envolvendo o Natal, os voluntários ganham ainda mais importância dentro do hospital.

Atualmente com 84 voluntários capacitados para atuar nos projetos de apoio ao seu usuário, o Oncológico Infantil tem recebido outros voluntários para participação e realização de eventos ligados ano Natal. A chegada dos novos voluntários tem mudando a rotina da unidade e contribuindo com a missão do Oncológico Infantil de tratar e cuidar com segurança e humanização os usuários. “Nossas crianças precisam desse carinho especial. O hospital está de portas abertas para receber pessoas diferenciadas como os voluntários, que querem doar amor e cuidados”, explicou a coordenadora de humanização do Oncológico Infantil, Paula Viana.

Rafael Dahas é um dos voluntários. Gestor de uma pizzaria em Belém, ele levou a equipe de sua empresa para doar pizzas às crianças em tratamento no Oncológico Infantil. “Com auxílio das nutricionistas do hospital, nossa intenção foi proporcionar algo que toda a criança gosta. O que a gente realmente deseja é que esses pequenos atos do bem possam confortar as crianças e que os sorrisos que recebemos se prologuem por muito tempo”, disse o empresário.

Para cerca de 50 crianças em tratamento no Oncológico Infantil, o esforço dos voluntários proporcionou um passeio em parque de diversões. Recepcionadas pelo Papai Noel, as crianças viveram momentos de diversão. “Quero agradecer a todos que fizeram essa festa. Foi incrível. Gostei muito dos brinquedos, principalmente da tirolesa”, disse a usuária Mariely Costa da Silva, de nove anos.

Essa alegria das crianças é que tem contagiado o trabalho da voluntária Claudia Massoud que, há 11 anos, atua com os amigos no grupo “Semeando Amor” pelos hospitais. “Um dos maiores presentes para nós é ver a felicidade das crianças saindo do hospital e podendo brincar”, revelou ela.

Até o final do mês dezembro, os voluntários ainda serão vistos com frequência no Oncológico Infantil, unidade que é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Eles estarão na maioria das programações agendadas, entre elas: entrega de presentes, eventos religiosos e rodas de conversa.

Quer ser um voluntário?

Criado com base na Lei do Voluntariado de 18/02/1998, o Programa de Voluntariado da Pró-Saúde busca normatizar a atividade solidária nas unidades em que atua, aproveitando todo o seu potencial, reforçando direitos e deveres em acolher e ser acolhido.

Para se tornar voluntário no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, é necessário ir até a recepção da unidade, que fica na Travessa 14 de abril, nº 1394, no Bairro São Brás, e se informar sobre os projetos, as vagas disponíveis e o processo seletivo.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of