Voluntários levam emoção do Círio para crianças em tratamento no Oncológico Infantil

Berlinda com flores, revelação do manto, emoção e até as tradicionais fitas para realização de pedidos. Alguns dos principais símbolos do Círio de Nazaré fizeram parte da celebração de abertura do Círio do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA). 

Organizado por voluntários, o Círio da Unidade, que é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, é uma das formas de trazer para as crianças em tratamento e seus familiares, a mesma mobilização de renovação, fé e gratidão que a festa religiosa em homenagem à padroeira causa nos paraenses. 

Além da renovação da fé, o Círio no Oncológico Infantil é também uma forma de homenagear as crianças em tratamento no Hospital. Por isso, assim como acontece todos os anos na festa principal, a imagem de Virgem de Nazaré que ficará no Hospital ganhou um manto especial, confeccionado pela artista Elke de Nazaré Azevedo Corrêa e uma berlinda com detalhes que simbolizam a luta pela cura do câncer. 

“O manto tem um jardim que representa a esperança na cura, seja ela física ou espiritual, as estrelas e anjos ao redor simbolizam as crianças em tratamento e aquelas que já nos deixaram, como a pequena Karen dos Anjos, uma das nossas inspirações para essa criação”, explica Elton Sacramento, voluntário no Hospital e idealizador do projeto. 

Aos 17 anos, o jovem Adilson Tavares precisou sair da vila de Açaiteua, no munícipio de Viseu (PA) para fazer um tratamento no Oncológico Infantil, contra um câncer. Internado para uma sessão de quimioterapia, o jovem aproveitou a passagem da imagem da Virgem de Nazaré para agradecer pelas graças já alcançadas. “E ela tem ficado ao meu lado nessa batalha. Graças a ela, voltei a andar depois de seis meses e hoje também já não sinto tanto os efeitos das quimioterapias”, conta o jovem que mantém um pequeno altar no leito. 

Para a diretora-geral do Hospital Oncológico Infantil, Alba Muniz, poder proporcionar um Círio para as crianças em tratamento, é uma forma de reaproximá-los de uma vida que eles tinham antes do tratamento e de renovar as esperanças na cura. “No momento da doença, principalmente no câncer, é preciso se sustentar em algo além da ciência, e a fé se torna indispensável nesse momento. Poder trazer essa grande festa de fé para dentro do Hospital e de uma forma tão simbólica com manto, berlinda, corda em homenagem às crianças, renova essa esperança na cura em todos nós”, destaca a diretora.

O Círio no Oncológico Infantil vai até o dia 31 de outubro. Além da berlinda decorada e de uma corda para amarrar as tradicionais fitas coloridas, a programação conta com vistas semanais aos leitos. No dia 11, as visitas serão especiais com a passagem da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of