Violência contra Mulher é tema de palestra no HEGV

Colaboradores do Hospital Estadual Getúlio Vargas (HEGV), no Rio de Janeiro (RJ), participaram da palestra 'Violência contra a Mulher', na tarde de segunda-feira, 15/05, no auditório. O tema foi apresentado pela defensora pública e coordenadora do Núcleo de Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem), Arlanza Rebello. Ela falou sobre a violência de gênero e explicou como deve ser o atendimento à mulher vítima de violência doméstica em uma unidade hospitalar. “Todo profissional de saúde deve entender que a Lei Maria da Penha, em primeiro lugar, pensa em proteger a mulher, e só depois em punir o agressor. Antes de qualquer coisa, essa mulher precisa ser acolhida, sem questionamentos, e receber todas as orientações sobre os núcleos de apoio', disse.

A coordenadora do Nudem, Arlanza Rebello, também citou as mudanças na legislação, que hoje garantem os direitos das mulheres, no entanto, alertou que a desigualdade de gêneros persiste em nossa sociedade. “A ideia da mulher ser submissa ao homem ainda está presente nas letras de músicas e nos ditados populares, por exemplo. As brigas entre marido e mulher que antes eram banalizadas, atualmente são crimes. A lei veio para coibir e proteger a violência doméstica e familiar contra a mulher, tipificando as violências em física, psicológica, sexual, patrimonial e moral”, concluiu a defensora pública.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of