Vasectomia é tema de palestra no Hospital Universitário de Jundiaí

Cerca de 40 homens participaram, no final da tarde desta quarta-feira, 26/07, de um bate-papo para orientações da cirurgia de vasectomia no Hospital Universitário de Jundiaí (HU). A vasectomia é um procedimento cirúrgico para homens que não desejam mais ter filhos. O encontro é coordenado pela enfermeira Sandra Ferreira, que integra a equipe de Urologia dos médicos Benedito Assis Bottene e Luis Roberto Annichino. O objetivo é esclarecer dúvidas e passar informações relevantes aos participantes, pois esta é a última etapa antes da realização da operação.

Segundo a enfermeira Sandra Ferreira, os homens interessados em realizar a vasectomia passam inicialmente por atendimento no posto de saúde de seu bairro, depois são encaminhados à Saúde da Mulher e com acompanhamento médico e psicológico é realizado o planejamento familiar, que muitas vezes é definido com a participação da esposa do paciente. “Tem todo um processo antes, este encontro que realizamos, mensalmente, aqui no HU, é a última etapa antes da cirurgia, por isso é muito importante”, destacou.

Durante as orientações, a enfermeira explica sobre o preparo para a realização da cirurgia. “Não é preciso estar em jejum, não pode vir e nem voltar pilotando moto, tem que ter um acompanhante adulto, tomar banho e fazer depilação completa, o que irá facilitar os cuidados posteriores”, disse.

Também é abordado o processo cirúrgico, que não leva mais que 20 minutos. “É um procedimento simples, sem dor e com anestesia local. Também é importante dizer que são operados os dois canais deferentes”, contou a enfermeira Sandra Ferreira.

 

A recuperação leva de 10 a 12 dias e o paciente pode ter relação sexual uma semana após sua recuperação. “O paciente só poderá ter relação sexual sem o risco de engravidar sua parceira depois que se recuperar, passar por avaliação médica e for constatado espermograma zerado. Antes disso, pode ocorrer uma gravidez”, ressaltou Sandra.

A enfermeira explica que por lei o homem tem direito a cinco dias de atestado médico ao realizar a vasectomia. Orienta ainda que, neste período, o paciente não pode carregar peso, andar de moto, correr, andar de bicicleta ou realizar outras atividades mais bruscas.

As cirurgias de vasectomia são consideradas eletivas, ou seja, aquelas que não são emergenciais. O procedimento é realizado por meio do SUS (Sistema Único de Saúde) no Centro Cirúrgico do Hospital Universitário.

Após o encontro, cada participante recebe material impresso com as orientações passadas. O bate-papo ocorre uma vez por mês, sempre na última quarta-feira, às 17h, no Anfiteatro do HU.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of