Unidades da Pró-Saúde promovem ações no “Setembro Amarelo”

Em alusão ao “Setembro Amarelo” diversas ações para ajudar a esclarecer dúvidas sobre o suicídio, estão sendo realizadas pelo Hospital 5 de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás e pelo Hospital Yutaka Takeda (HYT), na Serra dos Carajás, em Parauapebas. As Unidades são geridas pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar no Pará.

As iniciativas promovidas pelas Unidades, deve-se ao fato de cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo, e a cada 45 minutos uma pessoa comete suicídio no Brasil, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). E embora os dados sejam alarmantes, o assunto é considerado um tabu para a maioria das pessoas.

Para desmistificar o assunto, os colaboradores do Hospital 5 de Outubro, participaram de um bate-papo com a psicóloga Débora Lanôa, que informou sobre o grande índice de suicídios na faixa etária de adolescentes, jovens e idosos, falou da importância de ter um olhar atento as mudanças de comportamento dos colegas de trabalho e de familiares, que podem esta ligadas a ideação suicida, como ansiedade, pânico, mudança na personalidade, irritabilidade, pessimismo, depressão, apatia entre outros. 

Segundo a profissional, para ajudar as pessoas que estejam passando por esse tipo de situação, o ideal é realizar uma abordagem calma, aberta, de aceitação e de não julgamento. “É fundamental para facilitar a comunicação, ouvir com cordialidade e ter empatia com as emoções da pessoa, entender os sentimentos, aceitar a queixa e ter respeito pelo sofrimento do próximo”, disse Débora.

Para a analista de Gestão de Pessoas Patrícia Dias, a adesão a campanha “Setembro Amarelo” tem grande relevância. “casos de suicídio em diversas faixa etárias vem crescendo e precisamos falar do assunto como forma prevenção, desenvolvendo um olhar de empatia com as emoções dos outros”, frisou.

Já a programação no Hospital Yutaka Takeda, contou com palestras, dinâmica verdadeiro ou falso e exibição de filmes retratando a temática para os colaboradores da Unidade. Os usuários também participaram da ação através de suas mensagens positivas expostas no painel interativo localizado na recepção do Hospital. 

A dona de casa Antônia Brandão, considerou o painel interativo bastante interessante, porque sensibiliza aquelas pessoas que estão com algum pensamento negativo. “As vezes não imaginamos pelo que a pessoa está passando, e quando ela lê uma mensagem positiva dessas, pode até se sentir mais segura para não cometer uma atitude impensada”, destacou.

A psicóloga do HYT Andreza Oliveira, relatou que a proposta da programação deste ano, foi reforçar a questão do cuidado com a mente. “Destaquei para a equipe os fatores de segurança para se manter uma boa saúde mental, como ter a autoestima elevada, suporte familiar, ausência de transtorno mental, esta empregado e desfrutar de momentos de lazer”, explicou a profissional.

“A palestra da psicóloga Andreza, abriu a nossa mente”, disse a auxiliar de recepção Rosangela Santos, sobre a programação do “Setembro Amarelo” do Yutaka. Ela participou ativamente da dinâmica, respondendo as perguntas sobre a questão do suicídio e realizou uma encenação que demostraram as atitudes de uma pessoa que pensa em cometer o ato. “Eu gostei muito, podemos levar as informações para casa e devemos prestar mais atenção nas pessoas que convivem com a gente, por isso é importante nós sabermos identificar o problema”, comentou Rosangela.

As duas Unidades ofertam para comunidade o serviço de psicologia, sendo que o Yutaka Takeda ainda dispõe de psiquiatras realizando atendimento ambulatorial.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of