Time de futebol americano visita Hospital Oncológico Infantil

Uma legião invadiu o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), nesta semana. Cerca de 15 atletas de futebol americano visitaram as crianças e adolescentes em tratamento na unidade.

Com um ano de existência e uma meta comum com os pacientes do Oncológico: superar desafios, a equipe do time Legião, vestida no uniforme característico do esporte, trouxe agitação principalmente entre as garotas. A pequena E.G, paciente do hospital fez fotos e interagiu com os atletas. “Ela sempre dá uma melhorada no ânimo, fica muito feliz quando acontecem esses eventos. Ela se diverte bastante, fez questão de abraçar a todos”, disse a mãe Maria Rosivalda. Mas os garotos também demostraram entusiasmo em ver a equipe. “Quando ele soube que havia a visita, pediu que entrassem no quarto”, explicou Vera Silva, tia de um rapaz em tratamento, que concordou afirmativamente com a cabeça ao ser indagado se gostou da visita.

“Eu vim aqui tentando ser forte, mas a gente vê que eles (pacientes) é que são fortes. Foi uma experiência incrível esse contato, e eu quero continuar, levar momentos como esse pra vida toda”, refletiu o técnico do time, o americano Cliff Parker. O grupo visitou todas as enfermarias do hospital, deixou camisas do time de lembrança e por onde passou chamou a atenção. “Foi um momento muito especial para todos nós, não apenas como atletas, mas como pessoas. Conhecemos crianças incríveis e que deram uma lição de vida para cada um. Momento que com certeza vai ficar marcado na vida de todos. E se, assim, Deus permitir a visita será uma rotina”, afirmou o atleta Robério Vieira.

“As visitas são importantes sob muitos aspectos. Além de trazer uma quebra na rotina, elas são inspiradoras, principalmente quando se trata do esporte que é um exemplo de inclusão social. Mas esta visita em especial é mais inspiradora ainda, porque a história dos nossos pacientes tem algo em comum com a história da maioria dos atletas: a necessidade de vencer limites, superar dificuldades, acreditar em sonhos”, lembrou a diretora Geral do hospital, Alba Muniz.

Os jogadores estiveram na unidade na terça-feira, 13/12.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of