Super-heróis escalam Oncológico Infantil Octávio Lobo levando alegria para pacientes

“Eu noto que ele fica mais animado. Ele gosta muito de brincar em casa e desde que a gente chegou ele melhorou com o tratamento”, a constatação é de Patrícia Alves de Oliveira, mãe do menino C.G de um ano, que desde setembro deixou a casa no município de Uruará, distante cera de 600 Km da capital, para realizar o tratamento no Oncológico Infantil, que é referência na região Norte

Patrícia ficou próxima a janela, observando os olhos do filho, que estava surpreso com a presença do Batman, Super-Homem, Homem Aranha e Zorro. É que essa turma de super-heróis foi a responsável por um ato especial neste sábado 15/10. Vestidos a caráter, prestadores de serviço do Hospital Oncológico Infantil, em Belém (PA), realizaram a limpeza da fachada do prédio dessa maneira nada convencional, com um propósito: fazer sorrir as crianças em tratamento contra o câncer.

O projeto “Sou Super-Herói” é uma iniciativa realizada pelo Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo em diversos setores da unidade. A ideia é tornar o dia a dia dessas crianças e adolescentes mais confortável e cômodo, como uma segunda casa. “É um longo tempo de internação para elas, então a gente busca fomentar o entretenimento e encantamento lúdico, transformando o ambiente em um lugar alegre e assim amenizando a tensão hospitalar”, explicou a diretora de Apoio da unidade, Stéphanie Valdivia. A limpeza anual da unidade hospitalar deve trazer nas próximas ações mais personagens das histórias em quadrinhos para fazer parte dessa equipe.

Para o “Homem Aranha”, Antônio Jorge Viana, operário da empresa que executou os serviços, a ação é um dar e receber sentimento. “A gente trabalha satisfeito com prazer por uma boa causa. Eu fico emocionado e eles ficam felizes”, declara.

De acordo com o engenheiro civil, Fábio Pueres, responsável pela manutenção da fachada, os colaboradores envolvidos priorizam a segurança, como todo super-herói que se preze, em uma altura de cerca de 15 metros. “A gente faz uma verificação antes para ver como está o equipamento, a segurança e as atracações, para depois autorizar a execução do serviço”, explicou. 

Unidade

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of