Pronto-Socorro Engenho Novo promove treinamento para equipe de limpeza

O Pronto-Socorro Engenho Novo, em Barueri (SP), promove entre os dias 16 e 17 de fevereiro, treinamento envolvendo toda a equipe de 20 colaboradores e o líder que atuam na limpeza da unidade.

A atividade, realizada pelo Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente do Pronto-Socorro, será aplicada por Priscilla Munaretto, consultora de Hotelaria da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, entidade que faz a gestão do Pronto-Socorro.

“O objetivo é aprimorar o trabalho que vem sendo realizado com a revisão das técnicas de limpeza aplicadas pela equipe”, informou Priscilla.

Os procedimentos de higienização adotados na unidade atendem as normas determinadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A limpeza contribui para a redução e o controle de infecção hospitalar. “Trata-se de um trabalho que possui uma série de regras para promover a desinfecção correta da unidade”, explica a consultora.

Essas regras envolvem desde os movimentos feitos para higienizar os ambientes, até a ordem de limpeza dos espaços internos.

“A norma é higienizar primeiro os lugares menos contaminados, seguindo para os locais que potencialmente concentram a maior presença de micro-organismos, especialmente onde as pessoas tocam frequentemente com as mãos. As paredes, por exemplo, devem ser limpadas de cima para baixo. Já o piso tem que começar a ser limpo do fundo para a porta. Tudo tem regra”, explica Priscilla.

 

Novo equipamento

O Pronto-Socorro Engenho Novo também estuda a implantação de uma outra novidade, que deve melhorar o rendimento e as condições de trabalho da equipe de higienização. Trata-se da adoção dos mops, um tipo de esfregão que possui um recipiente acoplado e abastecido com produtos de limpeza.

“Esse equipamento, usado na limpeza do piso, vai oferecer inúmeros benefícios para toda a equipe”, antecipa Priscilla. Reduz o consumo da água usada na higienização em 90%, além de diminuir pela metade a utilização de produto químico de limpeza.

Há, ainda, outras vantagens destacadas pela consultora. “Os mops reduzem o esforço físico que cada colaborador precisa fazer durante a limpeza porque sua ergonomia não exige o manuseio de balde ou panos. Outro ganho é o maior controle de infecção hospitalar por meio da redução de contaminação cruzada”, observa.

A coordenadora de Qualidade do Pronto-Socorro, Isabel Cristina de Carvalho Pimentel, destaca que o treinamento dos colaboradores é uma prática permanente na unidade.

“O aperfeiçoamento das rotinas de trabalho é contínuo porque sempre busca trazer para o Pronto-Socorro as novidades e inovações lançadas no mercado. Além disso, é um momento de revisar as técnicas e procedimentos”, comenta.

A atividade com a equipe de limpeza da unidade também será uma forma de homenagear os colaboradores em razão do Dia do Auxiliar de Serviços Gerais, lembrando em todo o país em 22 de fevereiro.

“A Comissão de Humanização está preparando uma surpresa para a data”, revelou Isabel.

 

A unidade

Mantido pela Prefeitura de Barueri, o Pronto-Socorro Engenho é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar por meio de um contrato de gestão com a Secretaria de Saúde.

A unidade possui 14 leitos de observação — dos quais 5 são infantis — e mais 5 leitos para o atendimento de casos de emergência. O Pronto-Socorro oferece atendimento nas especialidades clínica geral, pediatria, odontologia e ortopedia. A unidade também realiza exames de raio-x, eletrocardiograma e laboratoriais.