Projeto Zika Vírus presta homenagem a enfermeiros do HU

A partir desta semana, o projeto Zika Vírus: Coorte Jundiaí começa a desenvolver ação de agradecimento à equipe de enfermagem do Hospital Universitário de Jundiaí (HU). O objetivo é homenagear os profissionais que contribuíram com a pesquisa na captação de mais de 5 mil amostras de material biológico (placenta, líquido amniótico, fragmentos de cordão umbilical, sangue, saliva, urina e leite materno) de grávidas e bebês atendidos no hospital. As amostras servem como base para o estudo sobre as repercussões da infecção por Zika Vírus nos organismos das mães e dos bebês. As homenagens prosseguem no mês de setembro com a entrega de certificados, bottons e bombons aos profissionais.

De acordo com Saulo Duarte Passos, coordenador do projeto, o engajamento da equipe de Enfermagem foi fundamental para o andamento da pesquisa nestes dois anos. “Estes profissionais participaram de toda a coleta de material no Centro Obstétrico junto às mães, também nos auxiliaram a conversar com as pacientes sobre a pesquisa e dar o devido encaminhamento. A participação da Enfermagem foi vital para que a gente pudesse ter amostras bem acondicionadas e bem coletadas, sem isso, não teria como fazer o exame de Zika com essas pacientes”, afirmou em tom de agradecimento.

A pesquisa intitulada “Infecção vertical pelo vírus Zika e suas repercussões na área materno-infantil”, é desenvolvida com 752 mães e 750 bebês de Jundiaí e região. O trabalho conta com o apoio da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) e Hospital Universitário (HU). O projeto teve início em março de 2016 e deve ser concluído em 2020, será utilizado pelo Brasil e outros países do mundo para esclarecer todas as dúvidas que ainda existem sobre as doenças causadas pelo Aedes aegypti.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of