Processos de gestão do Hospital Oncológico Infantil passam por auditoria interna

O aperfeiçoamento dos processos de gestão organizacional passa pelo constante monitoramento das ações desenvolvidas pelas instituições. Em unidades hospitalares também é assim, principalmente em decorrência do ambiente complexo da assistência à saúde. Dessa forma, a fim de identificar as boas práticas realizadas na unidade e apontar possíveis melhorias, os processos de gestão do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, passaram por auditoria interna neste mês. No total, foram avaliadas 811 práticas, envolvendo 43 processos.  A análise foi baseada no mapeamento de riscos, Manual Brasileiro de Acreditação e outras legislações. 

Até dezembro, a instituição passará por mais três ciclos de auditorias internas de riscos. A agenda faz parte do programa de qualidade e segurança do paciente 'Sou Hospital Oncológico Infantil', cujo slogan é 'Meu Canto Seguro', que envolve todos os colaboradores da unidade em prol de uma gestão qualificada. 

De acordo com a gerente do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP) da entidade, Viviane Lesses, a auditoria contribui para qualificar a assistência prestada a crianças e adolescentes em tratamento de câncer na unidade. 'A atividade da auditoria interna pode ser considerada umas das principais ferramentas para a mitigação de riscos e melhoria nos processos. Além de avaliar a eficiência e a eficácia das ações, ela previne situações inesperadas e atua de forma educacional, buscando uma cultura de segurança dentro da instituição', argumentou a gerente.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of