Processos de gestão do Hospital Estadual São Lucas passam por auditoria

Quarenta e oito processos de gestão do Hospital Estadual São Lucas, no Forte São João, em Vitória, estão sendo auditados pela equipe de consultores da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, entidade que administra o hospital. Estão sendo avaliados os processos de gestão e liderança, atenção ao paciente, diagnóstico terapêutico e apoio técnico e logístico.

A auditoria começou na segunda-feira (10) e vai até esta quarta (12). Para avaliar os processos, os consultores da Pró-Saúde utilizam a ferramenta denominada RAG (Requisitos de Apoio de Gestão), cuja função é fortalecer os processos institucionais no que diz respeito à melhoria da qualidade e à segurança assistencial. “Durante a auditoria, 14 avaliadores que trabalham no hospital ficam com a responsabilidade de anotar as orientações e sugestões de melhorias”, explicou Luciene Rocha, gerente de Qualidade do hospital.

Segundo Luciene, os resultados serão apresentados para as lideranças e diretores do hospital no dia 13 de julho. “A avaliação do RAG tem como objetivo verificar o cumprimento dos requisitos dos processos de gestão e torná-los eficazes”, acrescentou.

Para o diretor-geral da unidade, Paulo Santos, o RAG é um recurso de grande valia, que permite ajustar os processos do hospital. “Temos uma equipe comprometida, focada na adaptação diária dos processos. A partir dos resultados, as equipes vão se reunir e desenvolver projetos de melhorias”, disse o diretor-geral.

Mantido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, o Hospital Estadual São Lucas é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar por meio de um contrato de gestão com a Secretaria de Estado da Saúde iniciado em dezembro de 2015.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of