Pró-Saúde é destaque no Prêmio Ser Humano da ABRH-PA

Entidade sem fins lucrativos e com a missão de promover soluções na área da saúde, educação e assistência social, a Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar em toda a sua história tem se alinhado aos esforços da sociedade em aperfeiçoar a prestação de serviços na área da saúde, sejam eles públicos ou privados. E essa busca constante pela qualidade na gestão tem sido reconhecida com a conquista de importantes prêmios ofertados por instituições que estimulam a pesquisa, o estudo e o aperfeiçoamento de práticas que contribuam para o desenvolvimento de pessoas e para a área de recursos humanos, como a Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional do Pará (ABRH-PA) que realizou a 9ª edição do Prêmio Ser Humano, no dia 23/11, em Belém (PA).

Com três trabalhos inscritos e dois premiados, a Pró-Saúde foi um dos destaques na premiação. Na categoria Organizacional, modalidade Gestão de Pessoas, o case “O Oncológico Sou Eu” ficou com a segunda colocação. Na mesma categoria, porém na modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social, outros dois cases representaram a Pró-Saúde: “Direção Viva: você consciente, trânsito mais seguro!” e “Galileu em ação: o caminho certo para um futuro melhor”, que ficou com terceira colocação.

O diretor Operacional da Pró-Saúde no Pará, Paulo Czrnhak, comentou da alegria em ver que as unidades gerenciadas pela instituição estão demonstrando à sociedade, diariamente, o compromisso com uma saúde pública eficiente, humana e de excelência. ''Ao acreditarmos que saúde se faz com amor e excelência investimos desde a capacitação dos profissionais que atuam nas unidades, na cultura do engajamento e transparência, bem como, na sustentabilidade, para que assim, possamos contribuir com o desenvolvimento do Estado. E, cada projeto desse, representa essa visão, de que devemos ir além do que gerir hospitais, mas sim, impulsionar uma mudança cultural em prol de uma melhor qualidade de vida, com prevenção de doenças''. O diretor ainda completou: ''estamos felizes com o reconhecimento e queremos que mais profissionais participem, mostrando o que fazem de diferente nos hospitais''.

Para Tatiane Santos, diretora Administrativa e Financeira do Hospital Oncológico Infantil, além de ser uma forma de avaliar o que está sendo feito, a participação em eventos como o Prêmio ABRH-PA contribui para o amadurecimento da gestão. “É um momento de troca de experiências com outras entidades e contribuiu para o amadurecimento de nossa gestão e de nossos colaboradores”, destacou.  

No Pará, os esforços da Pró-Saúde em aperfeiçoar a prestação de serviços na área da saúde, seja ela pública ou privada, têm sido feito por meio do gerenciamento de nove hospitais, sendo eles: Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), localizados na Região Metropolitana de Belém; Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), localizado em Santarém; Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira; Hospital  Regional do Sudeste do Pará (HRSP), em Marabá; Hospital Yutaka Takeda (HYT), em Parauapebas;  Hospital Cinco de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás; e Hospital de Porto Trombetas (HPTR), em Oriximiná.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of