Pró-Saúde celebra o Dia Nacional da Filantropia

Neste dia 20 de outubro é comemorado o Dia Nacional da Filantropia. A data surgiu a partir de esforços do FONIF – Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas, que batalhou para a criação desta data, que é uma homenagem a todas as entidades filantrópicas existentes no País.

A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar é um exemplo de entidade filantrópica com 51 anos de história e é associada ao FONIF. A Filantropia tem o objetivo de assegurar o acesso à educação, saúde e assistência social aos cidadãos.

Segundo o FONIF, ao longo desses mais de quatro séculos de trabalho, as filantrópicas brasileiras construíram um legado importantíssimo para o país, cujos números falam por si só. Hoje, existem mais de onze mil organizações nas áreas de saúde, educação e assistência social.

Presente nas cinco regiões do País, a atividade filantrópica desenvolvida pela Pró-Saúde beneficia, mensalmente, 1 milhão de brasileiros. A entidade atende 89,10% de pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

As ações sociais desenvolvidas por meio do Programa “Ação do Bem”, ao longo de 2017, articulou atividades com as comunidades locais e as redes socioassistenciais, beneficiando mais de 16.800 pessoas, com serviços de saúde, sensibilização ambiental, orientações de direitos e doações diversas.

Na área da educação, a Pró-Saúde gerencia quatro Centros de Educação Infantil (CEIs), localizados na Zona Leste de São Paulo: CEI Jardim São Jorge, CEI Lageado, CEI Santa Rita e CEI Jardim Eliane. A instituição atua há 20 anos na educação infantil, em parceria com a Prefeitura de São Paulo. Ao todo, 757 crianças são atendidas nas quatro unidades.

 

Ações  

O Programa de Voluntariado da Pró-Saúde é desenvolvido nas unidades administradas com foco em mobilizar diferentes atores sociais evidenciando as potencialidades de cada participante. No total, são mais de 3.774 horas doadas em prol da superação e continuidade no tratamento dos pacientes.

O Dia Nacional da Filantropia foi instituído em 2017 por meio do Projeto de Lei 8697/2017, um pedido do FONIF aos deputados Antonio Brito (PSB/BA) e Eduardo Barbosa (PSDB/MG). Esta data é um projeto permanente de incentivo à divulgação das ações solidárias em geral, enfatizando as contribuições do setor filantrópico.

As entidades filantrópicas realizam mais de 160 milhões de atendimentos. Na saúde, o setor filantrópico concentra 53% dos atendimentos SUS em todo o País. Na área da educação, mais de 2 milhões de jovens têm a oportunidade de estudar nas instituições, sendo 600 mil são bolsistas. Na Assistência Social, a filantropia é responsável por 62,7% das vagas privadas ofertadas com 100% de gratuidade.

Para cada R$ 1,00 de imunidade tributária que o Estado brasileiro deixa de recolher do setor, são gerados R$ 6,00 em benefícios à sociedade.

No ano de 2017, a Pró-Saúde realizou 1.939 partos, 4.615 cirurgias, atendeu 41.339 pacientes por dia e promoveu 238.867 atendimentos/procedimentos.

Neste ano, as entidades filantrópicas farão atividades de celebração ao Dia Nacional da Filantropia para formar uma rede de apoio para dar destaque ao importante trabalho que é desenvolvido por essas instituições em benefício da população.

“A filantropia é a base e a razão da existência da Pró-Saúde. Nesta data queremos parabenizar todas as entidades filantrópicas brasileiras que desenvolvem ações em prol da população. Essas instituições melhoraram a saúde, a educação e a assistência social que é oferecida”, comentou Dom Eurico dos Santos Veloso, presidente da Pró-Saúde.

A atividade filantrópica existe no país antes mesmo da instituição das pastas ministeriais de Educação, Saúde e Assistência Social, criadas a partir de 1930. O Brasil precisa falar sobre filantropia. Mais do que isso, precisa entender, apoiar e abraçar esse setor tão fundamental para a nossa sociedade.