Orientação sobre o câncer de mama é aplicado no Hospital Materno-Infantil de Barcarena

Colaboradores, usuárias e acompanhantes do Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB), gerido pela Pró-Saúde Associação de Assistência Social e Hospitalar, localizado em Barcarena (PA), participaram da primeira Campanha Outubro Rosa da Unidade, nos dias 29 e 30/10. Com o objetivo de orientar, informar e sensibilizar os participantes sobre o câncer de mama, foram ministradas palestras educativas, entrega de folder informativo e dinâmica sobre a doença. 

Para o médico obstetra e palestrante do HMIB, Heraldo Pedreira, são importantes o diagnóstico precoce e o autoexame para a resolutividade do problema. “A gente sabe que a maior causa de morte nas mulheres é o câncer de mama, por isso precisamos fazer a prevenção e o diagnóstico precoce. Se fizermos a prevenção eu tenho certeza que essas pacientes não vão desenvolver um câncer de mama ou poderemos resolver na fase inicial, que é quando o percentual de cura é muito alto, próximo de 90%”, explica.

Uma das formas de prevenção é o exame de mamografia de rastreamento após os 40 anos de idade, principalmente, “porque um nódulo de dois centímetros demora de três a oito anos para ser perceptível. Nesses casos só conseguiremos vê-lo no exame de imagem”, ressalta o obstetra. 

A técnica de Nutrição, Wanessa Otaviane, foi uma das participantes da apresentação. Ela comenta sobre o quanto foi significativo. “A aula foi bem interessante, porque esclareceu bem a questão dos indicadores para o câncer de mama, consegui sair sem dúvidas e, principalmente, o índice do nosso Estado serviu como alerta para nós, moradoras da região”, pontua.

Heraldo acrescenta que são diversos fatores que estão ligados ao desenvolvimento da doença nas mulheres, entre eles estão o acúmulo de exposições durante a vida e as alterações biológicas do envelhecimento. “Das doenças da mulher, o câncer de mama está em primeiro lugar de incidência, por causa dos fatores hereditários, genéticos, nutricionais, idade, tudo isso influencia. É corriqueiro também por parte das mulheres o negativismo, a não aceitação da doença, o medo e até ignorar o câncer”, enfatiza.

Como forma de educação permanente para o público interno, os homens também participaram da campanha. “A palestra foi muito boa, apareceram novidades que eu nunca imaginei que tivesse, principalmente naquela parte referente a como os hormônios agem no corpo da mulher, impactando o câncer. Jamais imaginei que o hormônio, essencial no corpo, pudesse causar esse tipo de transtorno” observa o engenheiro civil do HMIB, Alex Saraiva.

Estatística

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. Acima dos 35 anos de idade, a incidência cresce progressivamente. Estima-se para o ano de 2018, cerca de 59.700 casos. Para prevenção é necessário uma alimentação saudável, atividade física, controle de peso corporal e evitar o consumo de álcool e drogas.

Os principais sintomas desse tipo de câncer são: nódulo na região mamária e axilas, pele da mama avermelhada, alterações no bico do seio e saída de líquido anormal das mamas.  

Atendimento no HMIB

A acompanhante do recém-nascido internado na UTI Neonatal do HMIB, Regiane Martins, comenta como é importante sair da rotina hospitalar do setor, “eu gostei da palestra, ainda não tinha ido em um hospital que procura informar a gente, paciente. Foi bem legal sair um pouco da rotina cansativa da UTI e distrair a cabeça”.

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena atenderá pacientes reguladas pela Central de Regulação Interna da Secretária de Estado de Saúde para fazer o exame de mamografia. O objetivo é possibilitar à região o diagnóstico precoce da doença. Em casos de mamografias positiva, a paciente será encaminhada para o centro de referência oncológico.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of