Oncológico Infantil promove workshop para fortalecer o empreendedorismo feminino

Incrementar a participação feminina na economia e abrir mais oportunidades para a geração de renda é o objetivo do ‘ I Workshop Empreender – Fortalecendo o Protagonismo das Mulheres’, iniciativa do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), a ser realizado na quarta-feira, 21/6, no Hotel Princesa Louçã, no bairro da Campina.

A ideia surgiu pelo convívio do Hospital com mães de crianças e de adolescentes em tratamento contra o câncer que precisam de alternativas de renda para continuar acompanhando a luta dos filhos contra a doença, mas com possibilidade de trabalho e alternativas de ganho para manter suas famílias, além, claro, que empoderar as mulheres da região.

O workshop terá a programação voltada à discussão sobre panoramas e oportunidades de fortalecimento feminino por meio da economia. As palestrantes falarão dos desafios enfrentados pelas mulheres brasileiras, além de trazerem orientações práticas sobre o caminho a ser percorrido rumo à autossuficiência, como o despertar para o espírito empreendedor, a identificação de possibilidades de negócios e o uso de redes sociais como o Facebook para a impulsão de empreendimentos.

Entre as palestrantes estão Adriana Carvalho, gerente de Empoderamento das Mulheres da ONU Mulheres, entidade das Nações Unidas para Igualdade de Gênero e Empoderamento das Mulheres, e Erica Zanotti, do Instituto Consulado da Mulher, entidade que assessora empreendimentos populares protagonizados por mulheres. Completam o time de palestrantes Marcela Matias, da Rede Mulher Empreendedora, e Camila Fusco, diretora de empreendedorismo do Facebook para a América Latina. O workshop certificará as participantes ao final. 

Força feminina

'É preciso atentar para o fato de que as dificuldades pelas quais essas mulheres passam, inclusive no âmbito econômico, interferem no tratamento oncológico de seus filhos. E nesse tempo todo em que passam na rotina do hospital, identificamos muitos talentos, mas que em geral estão impossibilitados pelo tempo dedicado e pela fase da vida, onde o caminho da qualificação formal já não é uma alternativa tão viável', avalia a diretora do Hospital Oncológico Infantil, Alba Muniz. 'É isso que fez buscarmos esse workshop, que sensibiliza e desperta essas mulheres, mães, acompanhantes e responsáveis, que podem muito mais do que já fazem pelas suas famílias. Podem se organizar, se qualificar e buscar ajuda para serem cada vez mais donas de suas vidas'. 

Cada vez mais importantes na composição do orçamento familiar, as mulheres já representam 50,65% da população brasileira. No Pará, estado que atualmente conta com 8.358.193 milhões de habitantes, as mulheres correspondem a 49,29% da população. Das quatro em cada 10 mulheres que são chefes de famílias, 41% são donas do próprio negócio, aponta o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae).

O percentual de cargos de gerência ocupados por mulheres em micro e pequenas empresas já chega a 43,2% no Brasil. O perfil das empresárias, levantado pelo serviço, mostra que elas são jovens: 40% têm menos de 34 anos e estão concentradas em quatro grandes áreas de atuação. Elas empreendem em restaurantes (16%), nos serviços domésticos (16%) e de cabeleireiros (13%) e também no comércio de cosméticos (9%). A própria casa é a base de serviços para 35% das mulheres, diz o Sebrae.

A realização do  I Workshop “Empreender – Fortalecendo o Protagonismo das Mulheres”  faz parte das comemorações dos 50 anos da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, celebrados no último dia 9/6. O evento é uma das '50 Ações do Bem', iniciativas que as unidades gerenciadas pela entidade, em todo o País, promoverão ao longo de 2017 envolvendo colaboradores, pacientes, seus familiares e a comunidade em que estão inseridas.

Pacto pelo empoderamento feminino

Inaugurado em outubro de 2015, o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo é um estabelecimento público de saúde, gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, por meio de contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Atualmente, é a única instituição hospitalar pública brasileira a aderir ao pacto de Princípio de Empoderamento das Mulheres, iniciativa da ONU Mulheres, e ao Pacto Global das Nações Unidas. A adesão aconteceu no último dia 18/5, durante a Hospitalar Feira+Fórum 2017.

Composto por sete princípios, o pacto incentiva o setor empresarial a promover e delegar poder às mulheres, além de beneficiar empresas, entidades e sociedades. Entre os princípios estão o tratamento justo para homens e mulheres no trabalho, o apoio ao empreendedorismo feminino, a promoção de políticas de empoderamento por meio das cadeias de suprimento e marketing e o estabelecimento de lideranças corporativas em alto nível, para que sejam sensíveis à questão da igualdade de gênero.

Integram o pacto no Brasil empresas de home care, dos setores farmacêutico e laboratorial, e de benefício. 'Como mulher, fiquei honrada em poder representar esta instituição no seu comprometimento com ações de empoderamento feminino, e assim, contribuir para que o olhar feminino, neste ambiente tão frágil às vezes, seja fortalecido e, assim, elas possam fazer da sua história um exemplo para outras', pontuou a diretora-geral do Oncológico Infantil. 'Estamos criando uma política institucional que fortalece as acompanhantes e pacientes, nesse processo, doloroso e solitário, e que não precisa ser assim, porque se estamos unidas, podemos sim, conquistar o que desejamos. Para nós, fazer parte da ONU Mulher é um avanço de cidadania e saúde', acrescentou. 

Único hospital público brasileiro a adotar os Princípios de Empoderamento das Mulheres,  o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo  ao lado do Hospital Público Estadual Galileu, também localizado em Belém, e do Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém  também é signatário do Pacto Global da ONU, que se alinha aos dez princípios da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho, à Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e também à Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção.

Conheça os sete Princípios de Empoderamento das Mulheres:

1- Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.

2- Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e  apoiando os direitos humanos e a não-discriminação.

3- Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.

4- Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.

5- Apoiar o empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres por meio das cadeias de suprimentos e marketing.

6- Promover a igualdade de gênero por meio de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.

7- Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

 

Programação do “I Workshop Empreender – Fortalecendo o Protagonismo das Mulheres”

8h30 – Boas-vindas

8h40 – 'Desafios das Mulheres Brasileiras e a Importância do Empoderamento Econômico' – Adriana Carvalho (ONU Mulheres)

9h10 – 'Espirito Empreendedor e Caminhos para Empreender' – Marcela Matias (Rede Mulher Empreendedora)

10h – Coffee break

10h15 – 'Como Identificar Possibilidades e um Breve Relato de Mulheres que Empreenderam no Setor de Alimentação' – Erica Zanoti (Consulado da Mulher)

11h05 – 'Como Usar o Facebook para Empreender' – Camila Fusco (Facebook)

11h55 – Encerramento

AGENDA

Tema: I Workshop “Empreender – Fortalecendo o Protagonismo das Mulheres” 
Data: 21/6
Horário: 8h30
Local: Hotel Princesa Louçã (Avenida Presidente Vargas, 882, Campina, Belém – PA)

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of