Na véspera do feriado de Carnaval, Hospital Municipal realiza “Blitz da Saúde”

Na véspera do feriado prolongado de Carnaval, os colaboradores do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes realizaram, na tarde desta sexta-feira (09/02), uma “Blitz da Saúde” — campanha de prevenção aos acidentes de trânsito, às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e de combate ao mosquito Aedes aegypti.  

Os colaboradores foram até as ruas e avenidas próximas ao Hospital Municipal para entregar aos motoristas informativos com orientações sobre os riscos de beber e dirigir, dicas de prevenção da AIDS e outras infecções e como eliminar os focos do Aedes aegypti. Preservativos também foram distribuídos.

“É fundamental disseminar informações sobre a AIDS e, principalmente, sobre como se prevenir”, disse a técnica de enfermagem Ana Paula Santos. “A AIDS é uma doença grave, mas com o passar dos anos, as pessoas ficaram mais relaxadas com relação à prevenção, sobretudo os jovens. Por isso, a necessidade de abordamos frequentemente este tema”, ressaltou Ana Paula.

“Nosso objetivo é reforçar as orientações sobre os riscos da combinação bebida alcoólica e direção. Se beber, pegue um ônibus ou vá de carona”, destacou a técnica de enfermagem Débora Marques dos Santos. “O consumo de álcool afeta as funções cerebrais gradualmente. Começando pelas emoções (mudanças de humor) até à capacidade de concentração e raciocínio”, explicou Débora.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, no Brasil, estima-se que 18% do total de acidentes de trânsito são causados pelo uso de bebidas alcoólicas. Por este motivo, a legislação tem se tornado mais rigorosa.

Eliana Cunha, enfermeira responsável pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Hospital Municipal, avalia que campanhas de promoção de saúde como a “Blitz da Saúde” são importantes uma vez que descentraliza os serviços do hospital. “Cada vez mais, nós, do Hospital Municipal, buscamos realizar ações extramuros, ou seja, fora da unidade. Desta forma, conseguimos atingir um público maior, que muitas vezes não frequenta a unidade de saúde”, afirmou. Cerca de 200 motoristas foram “parados” na “Blitz da Saúde”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of