Metropolitano oferece assistência aos romeiros no Círio de Nazaré

Conduzido ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), há um ano e meio, em 2017, após um grave acidente na estrada, o motorista de ônibus José Ribamar, 64, morador de Nova Timboteua, não consegue acreditar que estaria recuperado para cumprir a promessa e agradecer pela vida à Nossa Senhora de Nazaré. Ele ficou dois meses e 20 dias internado e, no último dia 12/10, estava na frente da Unidade para receber a assistência com equipe multidisciplinar e voluntários – como para todos os romeiros da Romaria Rodoviária.

“Com a benção de Deus, Nossa Senhora, médicos e enfermeiras, estou aqui hoje, pagando a minha promessa. A sensação é excelente. É ter fé. Sem fé não estaria aqui”, conta Ribamar, que ficou satisfeito com o atendimento recebido pelo Hospital, principalmente, ao se deparar com os cuidados da fisioterapeuta e residente do HMUE, Joyce de Souza, que também esteve ao lado dele no período que esteve internado.

Pelo segundo ano consecutivo como voluntária do Círio de Nazaré, Joyce conta que a situação de Ribamar era bem delicada e foram momentos difíceis, principalmente nos momentos que esteve na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HMUE. “Foi um paciente que conheci ano passado. Fiz a reabilitação dele e quando recebeu alta, eu estava presente. Hoje, quando eu o vi, fiquei em dúvida se era ele e nem acreditei. Depois de um ano, já andando todos estes quilômetros de Nova Timboteua”, admira a profissional.

Romaria Rodoviária

No translado Rodoviário, foram atendidos 422 romeiros de 25 municípios diferentes por equipe multidisciplinar, que envolveu enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e psicólogos, residentes médicos (traumatologistas, geral e ortopedistas) como, também, voluntários de instituições parceiras e Cruz Vermelha. Além de realizarem curativos e massagens nos romeiros, também foram distribuídos lanches e água.

“Nós entendemos que os romeiros vêm de muito longe. Eles precisam de conforto. Por isso que criamos a ação junto à Cruz Vermelha. Eu me sinto muito orgulhoso do Hospital, em fazer parte no cumprimento destas promessas e contar com equipe em que estão todos empenhados”, orgulha o diretor Hospitalar, Itamar Monteiro.

Romaria Fluvial

Durante a Romaria Fluvial, que ocorreu no dia 13/10, a equipe realizou oito atendimentos na Balsa de Atendimento Especializado, que foi composta com Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com dois leitos e 20 macas com suporte de materiais e profissionais para os pacientes.

De acordo com o médico do HMUE e coordenador médico do Círio de Nazaré, Guataçara Correa Gabriel, o Hospital Flutuante é uma Balsa do Exército que tem contêineres com ar condicionado. “Este ano faz 35 anos que coordeno a parte médica do Círio de Nazaré. A maior preocupação da nossa parte era como seria o atendimento na parte fluvial. A parte terrestre não era problema, pois a gente monta 18 postos de atendimento em todo o trajeto do Círio. A segurança é grande e boa”, explica.

Guataçara acrescenta que o propósito da assistência médica é oferecer um atendimento qualificado aos romeiros e, caso necessário, depois conduzir para um hospital referenciado. Também explica que no processo estão envolvidos médicos e técnicos do HMUE, em paralelo com o projeto “Força Estadual de Saúde”, que conta com profissionais voluntários de diversas áreas que são treinados como socorristas para oferecer uma cobertura totalmente gratuita e de qualidade.

“Desde que me formei como médico, tive muita dificuldade para estudar, pois vim do interior do Pará. Eu prometi que um dia quando fosse médico, eu ia servir minha santinha enquanto tivesse saúde. Oficializei este compromisso há 35 anos, quando assumi a Coordenação Médica do Círio. A nossa finalidade como coordenador é agregar muitas pessoas que nos ajudam para dar maior proteção ao nosso romeiro”, enfatiza o médico.

No grande dia que marca a chegada à Basílica da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, teve um posto de atendimento que atendeu 25 romeiros no estacionamento da Caixa Econômica Federal, na Avenida Presidente Vargas.

Início da parceria

O HMUE, gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, promove atividades desde 2013, em atendimento aos participantes do Círio de Nazaré devido ter identificado a procura por atendimento àqueles que pagam suas promessas com esforço, fé e persistência.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of