Médicos e Enfermeiros do HMMC recebem capacitação sobre morte encefálica e doação de órgãos

Os médicos e enfermeiros do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes passaram por uma capacitação na última quarta-feira (22) sobre a atualização do Protocolo de Morte Encefálica. A palestra foi presidida pelo coordenador médico da Organização de Procura de Órgãos e Tecidos (OPO) e cardiologista do Instituto Dante Pazzanese, André Feldman. O cardiologista falou sobre os procedimentos para o diagnóstico de morte encefálica, tempo de observação do paciente, confirmação da morte e formação dos médicos examinadores, de acordo com as determinações do Conselho Federal de Medicina.

As novas regras para o diagnóstico de morte encefálica foram divulgadas pelo CFM em dezembro de 2017. Determinada a morte encefálica, 15 órgãos podem ser doados: coração, pulmão, fígado, pâncreas, intestino, rim, córnea, esclera, osso, cartilagens, tendão, menisco, fáscia, vala cardíaca e membrana amniótica. 

Todos os participantes receberam um certificado.

 A UTI do HMMC recebeu em 2016 o selo de qualidade e desempenho entregue pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib). O reconhecimento ocorre pelo fato de a unidade realizar o gerenciamento dos indicadores de qualidade e desempenho em acordo com o que determina a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n° 7 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of