Mãe e bebê prematuro recebem visita familiar para o Natal no Hospital Materno Infantil de Barcarena

A véspera de Natal foi mais que especial para a família da recém-nascida Ágatha – moradores da Vila de Beja, em Abaetetuba (PA), município que fica a 45 km de distância de Barcarena – que tiveram a oportunidade dos irmãos menores de idade realizarem uma visita ao bebê internado no Hospital Materno Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB). Ela está internada na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) e essa é a primeira vez que a Unidade concede essa liberação. 

O motivo desta visita dos irmãos Joice e Luis Felipe, 11 e 12 anos, para conhecerem a irmã de apenas 30 dias de vida, deve-se a mãe Angélica Gonçalves, 28 anos, estar hospitalizada deste o parto prematuro. Essa iniciativa da Unidade foi uma forma amenizar a rotina hospitalar que a família e o bebê enfrentam durante a internação e proporcionar o fortalecimento com o vínculo familiar. 

Com o auxílio de um psicólogo, este acontecimento, gerou uma emoção que tomou conta de todos os familiares e da equipe Assistencial do HMIB. As crianças puderam entrar na UCI, tocar e conhecer a pequena Ágatha. “Quando nos vimos foi emocionante. Nos abraçamos, conversamos, matamos um pouco a saudade. Foi muito importante eles terem vindo, principalmente pela data. A noite do Natal foi boa, porque estava ao lado da minha bebê, mas ao mesmo tempo, ruim porque estava longe dos demais”, conta emocionada Angélica, que com a Ágatha, agora é mãe de cinco de filhos. 

Na Unidade é liberada a visita estendida para mãe de 24 horas, sendo disponibilizado leito e alimentação. A psicóloga do HMIB, Larissa Ribeiro, explica a importância dessa presença familiar na recuperação do prematuro e da mãe. “O objetivo maior é o fortalecimento de vínculo, reconhecimento do RN com a família e fortalecer também a importância materna na vida das crianças. É importante para os filhos conhecerem o ambiente e as condições que a mãe está, ter o contato pele a pele com a irmã, reconhecimento do toque, esses gestos diminuem a ansiedade deles em relação a internação”, explica. 

Primeiro Natal na UCI

Em clima natalino, os bebês da Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do HMIB foram agraciados com botinhas e gorros de cetim e feltro feitos a mão pela supervisora de fisioterapia, Grace Gonçalves, e pela terapeuta ocupacional, Djesyanne Vaz.

Para humanizar ainda mais o ambiente foram registradas fotos dos bebês e as mães acompanhantes foram presenteadas com as imagens. 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of