Hurso realiza simulado de evacuação da unidade

As edificações que possuem um plano de emergência interno, devem realizar, periodicamente, exercícios para testar o referido plano e treinar os ocupantes, assim como para aperfeiçoar os procedimentos, com destaque para a organização direcionada para situações de emergência, de forma a criar rotinas comportamentais e de atuação.

Baseado nisso, o Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso), em Santa Helena de Goiás (GO), colocou em prática os conhecimentos de sua brigada de incêndio e de seu PAE (Plano de Ação e Emergência), quando, em conjunto com o Serviço Especializado em Segurança e Medicina de Trabalho (SESMT), promoveu um simulado de evacuação no último dia 27 de janeiro.

Durante o exercício, simulou-se diversos cenários, tão próximos quanto possível da realidade, com a finalidade de testar e preparar a resposta mais eficaz perante eventuais situações reais de perturbação.

Identificado o sinistro, a brigada do Hurso. Em menos de três minutos, os brigadistas reuniram-se no ponto de encontro e foram divididos em pequenas equipes que foram até as unidades de serviço para as devidas orientações sobre o ocorrido, coordenando os colaboradores para que direcionassem até as saídas de emergências mais próximas das respectivas unidades.

Cerca de 90 pessoas participaram do simulado que foi realizado em 8 minutos. De acordo com o engenheiro em Segurança e responsável pelo SESMT, Muriel Peter, “comparando com o tempo da última simulação, houve uma nítida evolução, e no próximo exercício já sabemos onde podemos melhorar para que esse tempo seja ainda menor”, destacou.

O simulado atingiu seus principais objetivos:

– Treinar a brigada do Hurso conforme determina a Norma Técnica 17 do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás e de acordo com os requisitos preconizados pela NBR 14276 que trata do programa da brigada de incêndio;

– Demonstrar aos brigadistas e voluntários as dificuldades de evacuar a unidade hospitalar numa ocorrência real;

– Orientar e demonstrar aos brigadistas e colaboradores sobre as saídas de emergência do Hospital e como deve ser o fluxo de evacuação de colaboradores e pacientes.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of