Hospital Yutaka Takeda reforça compromisso com o atendimento humanizado

O paciente que procura por um atendimento médico-hospitalar, pode estar com uma indisposição ou determinada doença. Nestas situações, é um momento delicado que pode causar uma fragilidade na pessoa, e a forma como será recebida em uma Unidade de Saúde fará toda diferença. Por este motivo, o Hospital Yutaka Takeda (HYT), gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Médica e Hospitalar na Serra dos Carajás, em Parauapebas (PA), investe em treinamentos com foco na escuta e no acolhimento de pacientes para os colaboradores, como, também, aplica projetos que promovem o bem-estar dos usuários.

Para a dona de casa, Elaenes Nunes, que acompanhou durante oito dias o seu bebê, que ficou internado no HYT, o atendimento prestado pela equipe da Unidade superou todas as suas expectativas. Ela se sentiu tão segura com o tratamento oferecido, que fez questão de agradecer os profissionais no momento da alta hospitalar. “Minha estadia aqui, foi mais que excelente, porque não é fácil deixar os meus outros filhos em casa. Mas, eu fui tão bem tratada pela equipe, que conversavam comigo e me acalmavam, foi bom demais. Eles mostravam a medição que estavam fazendo no meu filho, me deixando menos preocupada, além de me ajudarem em tudo”, relatou.

Há três anos, o Yutaka Takeda promove uma programação para os seus colaboradores intitulada de “Jornada de Humanização” para valorizar o trabalho dos profissionais da Unidade e estimular as boas práticas de atendimento humanizado. 

Com o tema “O paciente não é só o paciente, ele é o amor de alguém”, a ação neste ano aconteceu nos dias 29 e 30/11 e contou com a dinâmica “ Tirando a venda dos olhos”, que foi uma maneira lúdica de sensibilizar os participantes sobre o assunto. Durante a ação, eles tamparam os olhos e ouviram um áudio sobre como um paciente se sente fragilizado dentro de um estabelecimento de saúde. 

Responsável por conduzir a dinâmica, a analista de Recursos Humanos do HYT, Lorena Lopes, explicou que o objetivo da atividade é fortalecer as atitudes humanizadas na Unidade. “Esse momento é importante para que a rotina no hospital não torne o atendimento desumanizado. Por isso, estimular a empatia entre os profissionais e usuários é extremamente importante”, frisou.

A recepcionista do HYT,  Driele Lemes, considera que este tipo de ação é de grande valia, devido mostrar que às vezes a rotina de trabalho pode prejudicar o atendimento. “Nós que trabalhamos na área de saúde, vemos todos os dias a mesma coisa. Esse tipo de treinamento relembra que temos que buscar esse lado humanizado, nos colocar no lugar do outro, desde a acolhida até a saída do paciente”, declarou.

Projetos

Na ocasião, a Comissão de Humanização da instituição sempre aproveita para relembrar os seis projetos existentes no Hospital para oferecer aos usuários, como o projeto “Amigo do Peito”, em que as usuárias são orientadas pela equipe multidisciplinar sobre as técnicas corretas de amamentação. Assim, favorece na redução do estresse provocado pelo período da internação, o “Momento Divertix” incentiva as crianças internadas a soltarem a criatividade, para isso, eles recebem um kit de pintura.

As crianças também são encorajadas a enfrentarem o medo de vacina. Para isso, o Hospital concede o “Certificado de Coragem” aos pequenos pacientes que não choram quando são vacinados. Além dessas ações, há ainda o “Momento de Fé”, que acontece diariamente e envolve usuários e colaboradores. Eles são convidados a participarem de celebrações religiosas que são feitas na Unidade.

Outro projeto que é bastante elogiado pelos usuários do hospital é o “Mural do Bebê”, em que são realizados registros dos bebês que nascem no HYT e as fotos são expostas no mural. Para finalizar, o projeto “Passatempo no HYT” é aplicado quando o usuário espera para realizar consulta ou exame. Durante esse tempo, ele faz uma atividade diferente, que pode ser caça-palavras, cruzadinhas ou jogos dos setes erros.

Segundo a assistente social do HYT, Socorro Rezende, essas iniciativas são essenciais para reforçar a importância da humanização no atendimento e a melhoria na qualidade e a eficiência dos serviços prestados pela instituição, por meio da integração entre os usuários e colaboradores, para estabelecer vínculos necessários para o sucesso dos tratamentos e a humanização é primordial para garantir que todos os processos sejam feitos da melhor maneira. 

“Para que o atendimento seja o mais humanizado possível, temos que considerar que o paciente não busca apenas a solução de um problema de saúde, mas também alívio e conforto pessoal, assim, é preciso considerar realmente as suas necessidades existenciais, atender com solidariedade e acalentar quem procura pelo nosso serviço”, relatou Socorro.

A psicóloga do HYT, Milena Falcão, explica que um atendimento humanizado é reconhecido quando há a integralidade entre a técnica e a qualidade, pois quando a saúde fica fragilizada a pessoa passa por diversas emoções e situações inesperadas e nem sempre o paciente está preparado para lidar com a situação. “A confiança que se deposita no atendimento, depende da adesão e segurança à equipe de saúde. Por este motivo, a humanização acontece quando há ética profissional, cuidado realizado com empatia, atenção e acolhimento integral, escuta atenta e diferenciada, com um olhar sensível para as questões humanas e respeito a intimidade e às diferenças”, disse.

Sobre o hospital

O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale há 32 anos e é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar há 20 anos. Possui ambulatório para consultas eletivas com 20 especialidades médicas, Pronto-Socorro 24h, acomodações de internação com 16 leitos de enfermarias, 17 leitos de apartamentos individuais, um leito de isolamento, um leito de assistência semi-intensiva e dois leitos de assistência semi-intensiva neonatal, com um total de 37 leitos. Além disso, possui centro cirúrgico com três salas cirúrgicas, uma sala de pré-parto e três leitos de recuperação pós-anestésica, Serviço de Auxílio Diagnóstico e Terapia e Serviço de Medicina do Trabalho.

Só neste ano, a Unidade conquistou duas importantes certificações, a de Hospital Acreditado Pleno- Nível 2, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. Outra conquista recente e pioneira no Brasil, foi a  de Hospital certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição.  

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of