Hospital Regional de Santarém participa de ação em combate à doença renal

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA), participou da “I Caminhada Santarena no Combate à Doença Renal Crônica e Obesidade”. A ação, promovida por diversas instituições, teve o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a qualidade de vida e prevenção de doenças renais. A caminhada aconteceu na tarde de domingo, 12 de março. 

Na Praça Barão de Santarém, o HRBA montou um estande e levou o programa 'Vida Saudável: eu me cuido, você também pode!”. O tema da campanha da unidade teve como foco a “Saúde dos rins: escolhas certas, vida saudável!”. 

Durante toda a tarde, a equipe do Hospital Regional realizou testes de glicemia, verificação de pressão arterial, cálculo de índice de massa corpórea e entrega de material informativo, com orientações sobre a saúde dos rins. 
O nefrologista Emanuel Esposito diz que é importante ter hábitos de vida saudável, alimentação equilibrada e praticar atividade física regularmente. O médico alerta para o perigo da obesidade. “Obesidade tem relação com as principais doenças que afetam o rim, que é diabetes e hipertensão. O combate à obesidade é um dos focos mais importantes para prevenir a doença renal”.

Os cuidados devem ser tomados por todos, inclusive por quem já superou as máquinas de hemodiálise. “Agora eu vou me cuidar mais para ficar saudável e não adoecer mais. É isso o que temos que fazer”, diz a quinta paciente transplantada pelo HRBA, Clara Batista, de 50 anos.

Insuficiência
Com a insuficiência renal, os rins, lentamente, perdem a função de filtrar as impurezas do sangue, como sais, líquidos e resíduos. Dependendo da gravidade da doença, o paciente necessita fazer hemodiálise, procedimento no qual uma máquina executa a função do órgão, filtrando o sangue e devolvendo-o limpo ao corpo. 

No oeste paraense, cerca de 300 pessoas têm doenças renais crônicas. Atualmente, o HRBA – unidade pública de saúde, gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) – atende 173 pacientes em hemodiálise e 16 em diálise peritoneal. No final de 2016, a instituição iniciou o programa de transplantes de rim. Cinco procedimentos já foram realizados.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of