Hospital Regional de Santarém coleta 84 bolsas de sangue em campanha

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) é a instituição que mais demanda a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) no Oeste do Pará. Em 2017, o hospital utilizou 5.178 bolsas de sangue, o equivalente a 430 bolsas por mês. O número é grande por conta dos serviços de alta complexidade e do atendimento a pacientes oncológicos. Para ajudar a repor o estoque do banco de sangue regional, duas vezes por ano, o HRBA realiza campanhas para incentivar a doação de colaboradores, acompanhantes e visitantes.

Frank Raimundo, de 39 anos, compareceu ao HRBA na tarde desta quinta-feira, 11/1, para doar sangue. Ele ficou sabendo da campanha e não perdeu tempo. “Estamos aqui para salvar vidas. Pode parecer pouco, mas é a nossa parte. Eu sou doador há muito tempo e fiquei sabendo desta campanha por meio de uma colaboradora do hospital, e vim fazer a minha parte. Também estou incentivando outras pessoas a doarem”, contou.

A colaboradora Ancília Bezerra também fez a sua parte. “É a terceira vez que eu doo sangue. É muito importante, porque são vidas que estão em jogo, precisando de sangue, e é fundamental que façamos a doação para que essas pessoas possam ter condições de serem tratadas”, disse.

A coordenadora da Agência Transfusional do HRBA, Terezinha Leão, diz que é fundamental que as pessoas se sensibilizem e doem sangue. “O Hospital Regional, pelo porte que tem e pela complexidade dos serviços, precisa de muitas bolsas de sangue. Então, a única forma que temos para suprir essa demanda é incentivando as pessoas a doarem e a verem o quanto isso é importante”, afirmou a médica.

A Campanha de Doação de Sangue aconteceu na quarta e quinta-feira, 10 e 11/1. No total, 84 bolsas foram coletadas. Cada bolsa de sangue pode salvar a vida de até quatro pessoas. 

Critérios para doação de sangue

Para doar sangue, é preciso: estar bem de saúde; alimentado; pesar 50 kg ou mais; ter entre 16 (com autorização dos pais ou responsáveis) e 69 anos; não ter tido hepatite após dez anos de idade; não ter doença de Chagas ou contato com o inseto transmissor, o 'barbeiro'; não ser portador de epilepsia; não ter feito tratamento dentário nas últimas 72 horas; e não ter diabetes. É necessário, ainda, apresentar documento original com foto, como carteira de identidade e habilitação de motorista.

Os homens podem realizar doações a cada 60 dias e, as mulheres, a cada 90 dias. Porém, elas devem estar fora do período gestacional e de amamentação.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of