Hospital Regional de Marabá sensibiliza para educação no trânsito

Para ajudar a reduzir o número de acidentes de trânsito na região, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP) realiza, ao longo deste mês, a quinta edição do programa 'Direção Viva', iniciativa da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, entidade que gerencia a unidade sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Uma das ações de sensibilização aconteceu no encerramento da Semana Nacional de Trânsito, promovida pelo Departamento Municipal de Transporte Urbano (DMTU) para agentes do órgão e representantes de sindicatos e associações de taxistas, mototaxistas e motoristas de lotação. 

Na ocasião, a coordenadora de Humanização do HRSP, Caroline Nogueira, e o psicólogo da unidade, Odemir Carvalho, detalharam as principais consequências desses traumas e seus impactos socioeconômicos. Segundo eles, de janeiro a agosto de 2017, o hospital atendeu 1.657 pessoas com esse perfil, 4,6% a mais do que no mesmo período do ano anterior. 

'Hoje, metade dos leitos do Hospital Regional é ocupada por vítimas de acidentes de trânsito. É um número altíssimo, principalmente considerando que, com prevenção, é possível diminuir isso, pois 80% dos acidentes podem ser evitados com atitudes como obedecer à sinalização e não usar o celular enquanto dirige', argumentou Caroline Nogueira. 

Recuperação 

Nas vítimas, os acidentes podem provocar depressão, afastamento do trabalho, lesão, dor, perda de membros e morte. A dona de casa Elli Carla Pereira, de 25 anos, conhece bem os impactos desses traumas. Há quase quatro anos ela sofreu um acidente e ainda não se recuperou totalmente. Sua rotina consiste em consultas, sessões de reabilitação, cirurgias e internações. 

'Minha rotina mudou totalmente. Não consigo fazer normalmente as tarefas de casa porque ficar em pé cansa e dói muito. Mas, o mais doloroso de tudo isso, é ficar longe dos meus filhos e do meu marido, principalmente nos períodos de internação, embora eu saiba que é por uma boa causa: a minha recuperação', afirmou a paciente. 

Direção Viva 

Realizado desde novembro de 2016 nas unidades públicas do Pará, gerenciadas pela Pró-Saúde, o programa 'Direção Viva' é um projeto contínuo que consiste em promover ações de educação em saúde voltadas à conscientização sobre sequelas oriundas de traumas por acidentes de trânsito. O objetivo é disseminar a informação sobre o impacto dos acidentes de trânsito na sociedade, bem como, formar multiplicadores no processo de combate à insegurança no trânsito. 

Em Marabá, o programa já alertou mais de 600 pessoas, entre colaboradores, usuários, estudantes e a comunidade em geral. As ações são disseminadas por profissionais do Hospital Regional do Sudeste do Pará, referência em atendimento de trauma de média e alta complexidades para 22 municípios da região.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of