Hospital Regional de Altamira se torna signatário do Pacto Global da ONU

O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, é a mais signatário do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). Com o aceite para adesão anunciado nesta semana, a unidade se junta aos hospitais Público Estadual Galileu e Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, e ao Regional do Baixo Amazonas, em Santarém. Todos hospitais públicos administrados pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar.

O Pacto Global foi criado com objetivo de estimular empresas e entidades em todo o mundo a adotar em suas práticas de negócios, valores fundamentais nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. “Aderir a essa Pacto é uma forma de fortalecer compromissos da Pró-Saúde e do Hospital, melhorando nossas práticas em todos os aspectos, além de garantir direitos a todos, com base nos 10 princípios estabelecidos”, destacou a o diretor-geral da unidade, Edson Primo

Atualmente já são mais de 12 mil organizações signatárias ao redor do mundo. Com a adesão ao acordo, Hospital Regional da Transamazônica (HRPT) assume o compromisso de cumprir os dez princípios das Declarações Universal de Direitos Humanos; Organização Internacional do Trabalho; Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento; e Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção.

Inaugurado em dezembro de 2006, o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), oferece serviços de atendimentos de urgência e emergência e hemodiálise e é referência para nove municípios que fazem parte da Região de Integração do Xingu (Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará, Vitória do Xingu). 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of