Hospital Regional de Altamira recebe a coordenação de Filantropia da Pró-Saúde

Nos dias 7 e 8/11, a coordenadora do setor de Filantropia da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, Valdirene Carrera, esteve nas dependências do Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira (PA), para visitar a unidade e conversar com os colaboradores.

No primeiro dia, a coordenadora visitou os setores do HRPT, reuniu e apresentou aos colaboradores o papel do setor de Filantropia da Pró-Saúde e como cada unidade gerenciada pela entidade é importante para o desenvolvimento do trabalho humanizado, a partir dos projetos sociais, das ações de saúde e do programa de voluntariado. Tudo isso é monitorado pela sede administrativa, por meio dos relatórios institucionais.  

“A visita foi bem interessante. É muito importante poder acompanhar in loco o trabalho desenvolvido nas unidades, com as ações de saúde e o processo de humanização. Conseguimos avaliar por meio dos relatórios e visitas técnicas, e queremos que os colaboradores se sintam cada vez mais parte da Pró-Saúde. Que eles saibam quem é a entidade, quais as áreas em que ela trabalha, qual a missão e valor', destaca Carrera.

Já no dia 8/11, foi a vez de uma reunião com o Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) da unidade. Valdirene deu orientações a respeito da Política de Humanização, dos relatórios institucionais e do Programa do Voluntariado, que deve começar oficialmente no HRPT em 2018. Ela também analisou as ações, internas e externas, promovidas pelo grupo e parabenizou o trabalho, ressaltando a presença do diretor-geral da unidade, Edson Primo, como presidente do GTH.  

“Em relação ao GTH, eu percebo um grupo estruturado, avançado quanto aos dispositivos da Política de Humanização, um grupo que se preocupa, que está integrado. É muito interessante a participação do diretor-geral como membro efetivo do GTH. Isso faz uma diferença muito grande. Nós aproveitamos para esclarecer também sobre o Programa do Voluntariado da sede e demos um direcionamento. Aqui está em processo de estudo, mas há um interesse muito grande da direção e de toda a equipe para fazer dar certo”, afirma a coordenadora de Filantropia.

Gerenciado pela Pró-Saúde desde sua inauguração, em 2006, por meio de contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Hospital Regional Público da Transamazônica realiza projetos que permeiam a vida da comunidade local, com serviços de educação e assistência social, de acordo com um dos objetivos da entidade, que é levar um atendimento humanizado e de qualidade aos vários públicos, de diversas faixas etárias.

Em 2017, o HRPT já promoveu várias atividades, como blitzes educativas com diversos temas – trânsito, doação de órgãos, doação de sangue -, ações de saúde, lazer e educação na comunidade e palestras sobre os cuidados no trânsito em escolas, a partir do programa “Direção Viva”, entre outras.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of