Hospital Regional de Altamira promove programação especial em alusão a campanha “Outubro Rosa”

O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira (PA), promoveu neste mês uma programação especial em alusão a campanha “Outubro Rosa”, que contou com espaços de discussões sobre o câncer de mama, avaliações clínicas, exames especializados e alertas para os cuidados de prevenção e sinais e sintomas do câncer de mama. As ações foram disponibilizadas tanto para os profissionais de saúde que trabalham na unidade, quanto para os usuários e a comunidade no geral. A fachada do hospital também ganhou uma tonalidade especial, na cor rosa simbolizando a adesão da campanha.

Este já é o terceiro ano que o HRPT enfatiza ações preventivas na unidade neste período, um dos motivos que motiva a instituição a cada ano aprimorar a programação é o alto percentual de mulheres que fazem parte da equipe de colaboradores, chegando a 90%. Para Maria de Nazaré Alvarez de Souza, colaboradora da unidade há nove anos, as ações preventivas são muito importantes. Na campanha de 2014, a copeira, de 43 anos, após realizar o exame de mamografia, descobriu que tinha um nódulo no seio, após o diagnóstico, ela passou a frequentar consultas periódicas com a médica mastologista do hospital. “Considero de extrema importância o cuidado que o hospital tem conosco, isso demonstra que a unidade não visa apenas a produção e sim a nossa saúde e bem-estar também. Hoje, eu faço o autoexame com frequência em casa e me previno mais”, ressalta. 

Assim como dona Nazaré, o técnico de enfermagem, Jean Gil da Silva, de 23 anos, também teve a oportunidade de descobrir precocemente um nódulo na mama. Há dois anos, a suspeita, evidenciada durante a programação da campanha em 2014, levou o colaborador a realizar novos exames periódicos para fechar o diagnóstico. Jean, na época, recebeu o primeiro atendimento com um médico clínico geral e em seguida, foi encaminhado para o mastologista. A suspeita de câncer foi descartada, mas Jean ficou alerta e passou a adotar outras medidas preventivas, como o autoexame. “O nódulo é benigno, proveniente de excesso de hormônios, e pode ser retirado com cirurgia. Fiquei aliviado, mas também em alerta, sempre é bom estarmos atentos, realizar exames preventivos e cuidar da saúde”, explica o colaborador.  

Os exames e as ações de conscientização voltadas para os colaboradores, vão se estender pelos próximos dois meses. Segundo a enfermeira da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HRPT, Marydulce Vasconcelos, as ações preventivas realizadas no hospital buscam conscientizar a população quanto a importância do controle do câncer de mama. “O controle da doença não depende apenas da realização do exame de mamografia, mas também do acesso ao diagnóstico e ao tratamento com qualidade e no tempo hábil. Ressalta-se, ainda, a necessidade de se realizar ações ao longo de todo o ano e não apenas no mês de outubro”, considera.

Unidade

O Hospital Regional Público da Transamazônica é o único na região que realiza exame de mamografia, gratuitamente, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade pertence ao Governo do Estado do Pará, gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of