Hospital Regional celebra o dia do cozinheiro

No Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) todo mundo conhece dona Darci. Cozinheira de mão cheia, ela é uma das mais antigas funcionárias da cozinha: são dez anos exercendo a função. Enfermeiros, técnicos, médicos, usuários, gente de todas as idades e áreas da unidade já experimentaram a comida da senhora de 46 anos que foi uma das homenageadas pelo HRPT, na última quarta-feira (10), em celebração ao dia dos cozinheiros.

As 11h30, os papéis se inverteram no refeitório da unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e quem ganhou um almoço surpresa foram as cozinheiras.  Além disso, foi oferecido um cartão comemorativo que fez dona Darci lembrar como tudo começou: “Entreguei meu currículo na quinta e na terça feira já fui chamada para a entrevista. Nem sei como teria sido a vida longe daqui”, sorri.

A dedicação de dona Darci na cozinha vem acompanhada de gratidão estampada no rosto: “Foi cozinhando que consegui formar minha filha. Teve uma época que meu marido adoeceu e ficou internado, então pude acompanhar de perto o tratamento dele que ficou logo bom”, relembra emocionada.

Segundo a nutricionista e coordenadora do Serviço de Nutrição e Dietética (SND) do hospital, Luiza Pedrosa, a data requer uma lembrança especial: “É preciso homenagear esses profissionais que unem tantos esforços e são comprometidos com a qualidade do trabalho”.

Na avaliação do diretor administrativo e financeiro do HRPT, Marcelo Mannocci, é imensurável a importância do cozinheiro na unidade: “É ele quem prepara a alimentação de acordo com os critérios nutricionais, assim como ajuda a manter a qualidade dos alimentos servidos para que o nosso usuário se restabeleça mais rápido e se sinta acolhido”, afirma.  

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of