Hospital Municipal de Mogi completa 4 anos com mais de 1,3 milhão de atendimentos

Nesta sexta-feira, dia 29/6, o Hospital Municipal de Mogi das Cruzes (HMMC), em Mogi das Cruzes (SP), celebrou os quatro anos de funcionamento com uma Missa de Ação de Graças. Desde a abertura da unidade, em junho de 2014, foram registrados 1.309.256 atendimentos. Os dados foram divulgados após a celebração da missa, como parte da programação do 4º aniversário de funcionamento do HMMC, unidade administrada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria Municipal de Saúde de Mogi das Cruzes.

A Missa de Ação de Graças foi presidida por Dom Antônio Carlos Altieri, arcebispo emérito de Passo Fundo (RS), e foi organizada pelo HMMC, Prefeitura de Mogi das Cruzes, Associação do Voluntariado de Mogi das Cruzes e pela Pró-Saúde.

O prefeito do município, Marcus Melo, destacou que o Hospital Municipal é a unidade mais elogiada pelos usuários da rede municipal de saúde. “Em todos os lugares, quando falamos em saúde, recebemos alguma referência ao HMMC, essa referência é positiva”. O índice de satisfação do usuário, de um modo geral, é de 96,08%, segundo dados do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) da unidade.

Desde sua abertura, o Pronto Atendimento Infantil (24h) já realizou 300.379 consultas. No Ambulatório de Especialidades foram registrados 184.705 atendimentos. O maior volume ocorreu no Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT), com 772.739 exames no período. As internações somaram 13.214 pacientes e o Centro Cirúrgico realizou 7.374 cirurgias de baixa e média complexidades. Os atendimentos de Psicologia, Serviço social e Enfermagem somaram 30.845 e completam o número total de 1.309.256 procedimentos.

 

Serviços

O Pronto Atendimento do HMMC atende crianças de 0 a 12 anos, em situação de urgência e emergência, 24 horas por dia, sete dias na semana. No Ambulatório de Especialidades são disponibilizadas as seguintes especialidades: ginecologia, cirurgia geral, otorrinolaringologia, vascular, urologia, clínico-geral, cardiologia e anestesista. As consultas são agendadas por meio do SIS-160.

No SADT são nove modalidades de exames: laboratoriais, anatomia patológica + citologia, radiologia, ultrassonografia com doppler, endoscopia, colonoscopia, tomografia, ecocardiograma e eletrocardiograma.

O Hospital Municipal conta com 69 leitos de internação para homens, mulheres e crianças, e dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulta.

Representando a Diretoria Estatutária da Pró-Saúde, o vigário geral do município, padre Antonio Robson Gonçalves, também participou do evento e destacou o trabalho feito na unidade. “Hoje o Hospital Municipal é motivo de orgulho e uma referência de trabalho para todas as unidades de saúde administradas pela Pró-Saúde Brasil afora. Com comprometimento e cuidado, conseguimos chegar a um nível de qualidade extremamente alto no nosso trabalho”, afirmou.

 

Certificações

O volume expressivo de atendimentos não foram os únicos destaques das comemorações do quarto aniversário da unidade. Em 2015, nove meses após iniciar as atividades, o HMMC obteve a certificação ONA 1 – Acreditado, selo que foi renovado em 2016.

No ano passado, o hospital conquistou o segundo nível de Acreditação, ONA 2 – Pleno, concedido ao hospital que atende os critérios de segurança do paciente em todas as áreas, o que inclui aspectos estruturais e assistenciais, além de utilização de processos integrados e plena comunicação das atividades.

A UTI do HMMC recebeu o selo de qualidade e desempenho entregue pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). O reconhecimento ocorre pelo fato de a unidade realizar o gerenciamento dos indicadores de qualidade e desempenho, em acordo com o que determina a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n° 7 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em 2015, o HMMC conquistou o Prêmio Amigo do Meio Ambiente e em 2017 o prêmio “2020 Challenge Climate Champion Awards 2016”, pela participação do hospital na campanha Desafio 2020 – a Saúde pelo Clima.